A Arte da Guerra nos Negócios

Por que os banqueiros, empresários e governo, brasileiro, e de outros países, do mundo, devem tomar cuidado com a internacionalização de empresas e bancos, neste momento. Como e por que o Sistema Financeiro Internacional está em colapso por excesso de recursos captados, que precisam ser remunerados embora não estejam sendo aplicados.

Rogerounielo Rounielo de França

TEMAS ANALISADOS

A) DEMONSTRAÇÃO DE COMO O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL CAPTOU US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), EM RECURSOS, FINANCEIROS, DO INVESTIDOR Nº 1, DO INVESTIDOR Nº 2, DO INVESTIDOR Nº 3, DO INVESTIDOR Nº 4, DO INVESTIDOR Nº 5 E DO INVESTIDOR “N”, PELO PRAZO DE QUATRO ANOS, E PAGA, A ESSES INVESTIDORES, TAXA DE JUROS DE, POR EXEMPLO, 0,25% A.A., POR QUATRO ANOS, O QUE GERARÁ, PARA O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, O CUSTO DE US$ 6.862.681.507.957,03, NESSE PERÍODO, CONFORME A TABELA ABAIXO ANEXADA.

B) DEMONSTRAÇÃO DE COMO O, APÓS A CAPTAÇÃO, CITADA NO ITEM ANTERIOR, O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL APLICARÁ ESSES RECURSOS JUNTO AO TOMADOR DE EMPRÉSTIMOS Nº 1, AO TOMADOR DE EMPRÉSTIMOS Nº 2, AO TOMADOR DE EMPRÉSTIMOS Nº 3, AO TOMADOR DE EMPRÉSTIMOS Nº 4, AO TOMADOR DE EMPRÉSTIMOS Nº 5, E AO TOMADOR DE EMPRÉSTIMOS “N”, COBRANDO, DESSES TOMADORES DE EMPRÉSTIMOS, PELO PERÍODO DE QUATRO ANOS, TAXA DE JUROS DE 0,8% A.A., POR EXEMPLO, O QUE GERARÁ, PARA O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, A RECEITA DE US$ 2.007.935.229.952,00, NO PERÍODO DE QUATRO ANOS, CONFORME A TABELA ABAIXO ANEXADA.

C) DEMONSTRAÇÃO DE COMO, O RESULTADO, PARA O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, É A DIFERENÇA ENTRE OS JUROS QUE PAGA PARA OS INVESTIDORES E OS JUROS QUE COBRA DOS TOMADORES DE EMPRÉSTIMOS, O QUE REPRESENTA TAXA DE JUROS, BRUTA, SEM IMPOSTOS, DE 0,55% A.A., QUE, TECNICAMENTE, NO MERCADO, SE DENOMINA DE “SPREAD” BANCÁRIO, DECORRENTE DA ATIVIDADE DE INTERMEDIAÇÃO FINANCEIRA, GERANDO, PARA O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, NESTE CASO, O RESULTADO (PREJUÍZO), DE US$ 4.854.746.278.005,03, NO PERÍODO DE QUATRO ANOS, CONFORME TABELAS ABAIXO ANEXADAS E RESPECTIVAS PLANILHAS, EM ANEXO, O QUE, INFELIZMENTE, É A ATUAL SITUAÇÃO EM QUE SE ENCONTRA O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, E A PRINCIPAL RAZÃO DOS BRUTAIS PREJUÍZOS DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, APESAR DOS MAIS DE US$ 18 TRILHÕES QUE JÁ FORAM INVESTIDOS, PELOS GOVERNOS, DO MUNDO, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, DE 2008 EM DIANTE.

D) DEMONSTRAÇÃO DE QUE O EXCESSO DE ATIVOS, REMUNERADOS, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, NO MONTANTE DE US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), E NÃO APLICADOS, EM ATIVIDADES PRODUTIVAS, PARA GERAR RECEITAS, JUNTO AOS TOMADORES DE EMPRÉSTIMOS E, DESSA FORMA, PAGAR A TAXA DE JUROS DOS INVESTIDORES, É A GRANDE CAUSA DO COLAPSO DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL.

E) DEMONSTRAÇÃO DE COMO O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL CONSEGUIU A PROEZA DE ACUMULAR US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), EM ATIVOS, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, DIANTE DE UM PIB, MUNDIAL, DE, APENAS, 62 TRILHÕES DE DÓLARES (VER A TABELA DO PIB DE GUERRA PUBLICADO PELA CIA NO HTTPS://WWW.CIA.GOV/LIBRARY/PUBLICATIONS/THE-WORLD-FACT-BOOK/FIELDES/ 2195, CONFORME ITEM 29 ANTERIOR?

F) DEMONSTRAÇÃO DE QUE O EXCESSO DE ATIVOS, REMUNERADOS, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, NO MONTANTE DE US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), E NÃO APLICADOS, EM ATIVIDADES PRODUTIVAS, PARA GERAR RECEITAS, JUNTO AOS TOMADORES DE EMPRÉSTIMOS E, DESSA FORMA, PAGAR A TAXA DE JUROS DOS INVESTIDORES, É A GRANDE CAUSA DA SOBRA DE RECURSOS FINANCEIROS, NOS BANCOS, DOS EUA, COMO FATOR DE MAIOR PREPONDERAÇÃO SOBRE O RISCO, DECORRENTE DE MEDO DA INADIMPLÊNCIA, QUE IMPEDEM OS BANCOS, NOS EUA, DE EMPRESTAREM RECURSOS FINANCEIROS.

G) DEMONSTRAÇÃO DO QUE É UM DERIVATIVO. EXPLICAÇÃO DO QUE É O “ESTOURO DA BOLHA” DE DERIVATIVOS. DEMONSTRAÇÃO DE COMO OS PAÍSES, EMPRESAS E ORGANIZAÇÕES SERÃO PREJUDICADOS, QUANDO DO “ESTOURO DA BOLHA” DE DERIVATIVOS. DEMONSTRAÇÃO DE QUE O “ESTOU DA BOLHA DE DERIVATIVOS”, ATUALMENTE, É A MAIOR FRAGILIDADE DOS “PAÍSES RICOS”.

H) DEMONSTRAÇÃO PARA OS BRASILEIROS E O RESTO DO MUNDO QUE ESTÃO SENDO MANIPULADOS, PARA PENSAR QUE ESTÃO NO CONTROLE DA SITUAÇÃO, PARA QUE, POR MEIO DO ORGULHO E DA ARROGÂNCIA DEIXEM A GUARDA ABERTA E, QUANDO A GUARDA ESTIVER ABERTA, VIRÁ O GOLPE FATAL, A SER PROFERIDO PELO “AGENTE OCULTO”.

I) DEMONSTRAÇÃO DE QUANDO, COMO E POR QUE SERÁ DADO O GOLPE FATAL, EM VÁRIOS PAÍSES, DO MUNDO, AO MESMO TEMPO, PELO “AGENTE OCULTO”, SE OS POVOS, COMO OS BRASIL, ATUALMENTE, FICAREM PENSANDO QUE ESTÃO NO CONTROLE DA SITUAÇÃO.

J) EXPLICAÇÃO DE O QUE É E QUEM É O AGENTE OCULTO.

K) DEMONSTRAÇÃO DE COMO O “AGENTE OCULTO”, SEM O CONHECIMENTO DOS GOVERNOS, DO MUNDO, PRETENDEM GOLPEAR OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO.

L) DEMONSTRAÇÃO DAS ESTRATÉGIAS, DO “AGENTE OCULTO”, PREVISTAS NO LIVRO “A ARTE DA GUERRA”, DE SUN TZU, APLICADA AOS NEGÓCIOS: FAÇA SEUS OPOSITORES SE DIRIGIREM PARA O SEU CAMPO DE BATALHA QUE ESTÁ ECONOMICA E FINANCEIRAMENTE ENFRAQUECIDO. FAÇA O SEU OPONENTE COMPRAR SUAS EMPRESAS, SUAS ESTATAIS E SEUS BANCOS, FALIDOS. FAÇA O SEU OPONENTE DIMINUIR SUAS PROVISÕES, FINANCEIRAS, QUE CERTAMENTE LHE FARÃO FALTA, QUANDO AS EMPRESAS, ESTATAIS E BANCOS, FALIDOS, QUE O SEU OPONENTE COMPROU, QUEBRAREM JUNTAMENTE COM A ECONOMIA DOS PAÍSES, FALIDOS, EM FUNÇÃO DO QUE FOI EXPLANADO NOS ITENS 4 A 12, ABAIXO, E, ENTÃO, NESTA HORA, O CAPITAL ESTRANGEIRO, E OS VERDADEIROS DONOS DO PODER E DO JOGO, QUE CONTROLAM O JOGO E O PODER POLÍTICO E ECONÔMICO, COMPRARÃO, DE VOLTA, AS EMPRESAS, ESTATAIS E BANCOS, FALIDOS, QUE O SEU OPONENTE COMPROU, JUNTAMENTE COM AS EMPRESAS, ESTATAIS E BANCOS, NACIONAIS, DO SEU OPONENTE, POR QUE ELE FOI ARROGANTE E DESATENTO EM NÃO PERCEBER QUE ÀQUELE QUE POSSUI US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), EM ATIVOS, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, DIANTE DE UM PIB, MUNDIAL, DE, APENAS, 62 TRILHÕES DE DÓLARES (ver a tabela do PIB de guerra publicado pela CIA no https://www.cia.gov/library/publications/the-world-fact-book/fieldes/ 2195, conforme item 29 anterior, MANDA NO JOGO, E NÃO PERDEM, NUNCA, O PODER POLÍTICO E ECONÔMICO COMO PODE PARECER QUE PERDERÃO, CONFORME OS ITENS 71 A 82, ABAIXO, E ARREBENTARÃO COM OS SEUS EXÉRCITOS, ECONÔMICOS, FACILMENTE, QUANDO OS SEUS EXÉRCITOS (EMPRESAS E BANCOS, NACIONAIS, QUE SE INTERNACIONALIZAREM) ESTIVEREM EM CAMPO ABERTO (COMPRADO EMPRESAS E BANCOS, ESTRANGEIROS, FALIDOS, EM ECONOMIAS, FALIDAS).

1. Todo mundo já ouviu falar no livro “A Arte da Guerra”, de Sun Tzu, contendo estratégias, militares, que podem, e são aplicadas, ao mundo dos negócios. Sun Tzu disse:

“Comandar muitos é o mesmo que comandar poucos. Tudo é uma questão de organização. Controlar muitos ou poucos é uma mesma e única coisa. É apenas uma questão de formação e sinalizações”.

“Se queres fingir desordem para convencer a teus adversários e distrai- los, primeiro tens que organizar a ordem, porque só então podes criar um desordem artificial.”

“Se queres fingir debilidade para induzir a arrogância em teus inimigos, primeiro deves ser extremadamente forte porque só então podes pretender ser débil.”

2. O leitor também já deve ter ouvido falar sobre os círculos de poder dentro de círculos de poder, método de relações humanas que permite a pequenos grupos controlar o comportamento e o resultado, final, de qualquer realização humana, pois “comandar muitos é o mesmo que comandar poucos. Tudo é uma questão de organização. Controlar muitos ou poucos é uma mesma e única coisa. É apenas uma questão de formação e sinalizações“.

3. Na presente análise, demonstraremos como as estratégias, militares, da “Arte da Guerra”, e a ação dos círculos de poder, dentro de círculos de poder, estão sendo utilizadas, no momento, pelos “agentes invisíveis”, para enganar o mundo inteiro, pois esses “agentes invisíveis” são como mágicos.

4. Imagine que você tem em uma economia, hipotética, imaginária, cinco pessoas (investidor nº 1, investidor nº 2, investidor nº 3, investidor nº 4, investidor nº 5 e investidor “n” com US$ 1 bilhão em recursos, financeiros, sobrando no caixa, e cinco pessoas com falta de recursos, financeiros (tomador de empréstimos nº 1, tomador de empréstimos nº 2, tomador de empréstimos nº 3, tomador de empréstimos nº 4, tomador de empréstimos nº 5 e tomador de empréstimos “n”), faltando no caixa.

5. O banco captará US$ 1 bilhão, em recursos financeiros, do investidor nº 1, do investidor nº 2, do investidor nº 3, do investidor nº 4, do investidor nº 5 e do investidor “n”, pelo prazo de quatro anos, e pagará, a esses investidores, uma taxa de juros de, por exemplo, 0,25% a.a., por quatro anos, o que gerará, para o banco, o custo de US$ 10.037.562,54, nesse período, conforme a tabela abaixo anexada (Juros que o banco paga aos investidores.gif)

6.Após a captação, citada no item anterior, o banco aplicará esses recursos junto ao tomador de empréstimos nº 1, ao tomador de empréstimos nº 2, ao tomador de empréstimos nº 3, ao tomador de empréstimos nº 4, ao tomador de empréstimos nº 5, e ao tomador de empréstimos “n”, cobrando, desses tomadores de empréstimos, pelo período de quatro anos, taxa de juros de 0,8% a.a., por exemplo, o que gerará, para o banco, a receita de US$ 32.386.052,10, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada. (Juros recebidos pelo banco dos tomadores.gif).

7.Neste exemplo, o resultado, para o banco, será a diferença entre os juros que paga para os investidores e os juros que cobra dos tomadores de empréstimos, o que representa taxa de juros, bruta, sem impostos, de 0,55% a.a., que, tecnicamente, no mercado, se denomina de “spread” bancário, decorrente da atividade de intermediação financeira, gerando, para o banco, neste caso, o resultado (lucro), de US$ 22.348.489,56, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada (Resultado para o banco.gif).

8. Utilizando os conceitos acima, façamos cálculos, para ver o resultado (lucro ou o prejuízo) que o Sistema Financeiro Internacional apresenta, atualmente, quando capta recursos de investidores, no Planeta Terra, e empresta esses recursos a tomadores de empréstimos, no Planeta Terra.

9. O Sistema Financeiro Internacional captou US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), em recursos, financeiros, do investidor nº 1, do investidor nº 2, do investidor nº 3, do investidor nº 4, do investidor nº 5 e do investidor “n”, pelo prazo de quatro anos, e paga, a esses investidores, taxa de juros de, por exemplo, 0,25% a.a., por quatro anos, o que gerará, para o Sistema Financeiro Internacional, o custo de US$ 6.862.681.507.957,03, nesse período, conforme a tabela abaixo anexada (Juros pagos pelo SFI.gif).

10. Após a captação, citada no item anterior, o Sistema Financeiro Internacional aplicará esses recursos junto ao tomador de empréstimos nº 1, ao tomador de empréstimos nº 2, ao tomador de empréstimos nº 3, ao tomador de empréstimos nº 4, ao tomador de empréstimos nº 5, e ao tomador de empréstimos “n”, cobrando, desses tomadores de empréstimos, pelo período de quatro anos, taxa de juros de 0,8% a.a., por exemplo, o que gerará, para o Sistema Financeiro Internacional, a receita de US$ 2.007.935.229.952,00, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada (Juros recebidos pelo SFI.gif).

11. No item anterior, o capital de US$ 62.000.000.000.000.00 (Sessenta e dois trilhões de dólares) emprestados pelo Sistema Financeiro Internacional representa empréstimos no valor da soma de todos os bens disponíveis, na economia real, do Planeta Terra. É como se o Sistema Financeiro Internacional separasse dos US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), em ativos, atualmente disponíveis, captados de investidores ao redor do mundo, e emprestasse parte desses recursos a todas as pessoas, físicas e jurídicas, do Planeta Terra.

12. Neste exemplo, o resultado, para o Sistema Financeiro Internacional, é a diferença entre os juros que paga para os investidores e os juros que cobra dos tomadores de empréstimos, o que representa taxa de juros, bruta, sem impostos, de 0,55% a.a., que, tecnicamente, no mercado, se denomina de “spread” bancário, decorrente da atividade de intermediação financeira, gerando, para o Sistema Financeiro Internacional, neste caso, o resultado (PREJUÍZO), de US$ 4.854.746.278.005,03, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada, o que, infelizmente, é a atual situação em que se encontra o Sistema Financeiro Internacional, conforme a tabela abaixo anexada (Resultado SFI.gif):

13. Conforme demonstramos nos itens anteriores, o leitor percebeu a ruptura do modelo de funcionamento do Sistema Financeiro Internacional? Não é por outra razão que há sobra de recursos, financeiros, nos grandes bancos, no mundo todo. Não é por outra razão que as taxas de juros estão em zero ou em quase zero, no mundo todo. Não é por outra razão que as lideranças, mundiais, não sabem o que fazer, neste exato momento, para “concertar” essa situação catastrófica gerada, infelizmente, pela ganância e egoísmo de poucos seres humanos que, por meio do endividamento das famílias, do Planeta Terra, utilizaram, para gerar esse brutal endividamento e empobrecimento das famílias, do Planeta Terra, e a brutal transferência de renda das famílias, do Planeta Terra, para o patrimônio poucos investidores, no mundo, por intermédio do Sistema Financeiro Internacional. Essa é a grande verdade que, por enquanto, as elites mundiais relutam em revelar, apesar de essa verdade estar escancarada para as consciências que tenham um mínimo de discernimento, espiritual e não se preocupem, apenas, com a vida cotidiana.

14. Os mágicos são mestres na arte de enganar multidões, diante dos próprios olhos do expectador. Os mágicos convencem a plateia de que o impossível, que não é possível, tornou-se possível, diante dos olhos do próprio expectador.

15. Os mágicos levam a platéia a negar a verdade, fazendo com que a platéia assuma a mentira como uma verdade, especialmente quando a mentira reforça a necessidade que os indivíduos possuem de negar, para si mesmos, de negar para sua própria mente, fatos que contrariam seus interesses materiais, imediatos, ameaçando sua “segurança” pessoal e, por via de consequência, a segurança psicológica e emocional, pois no fundo no fundo todos nós nos apegamos ao conforme e a segurança proporcionados pela disponibilidade de recursos financeiros e, louco, seria àquele que não se comportasse dessa forma.

16. Demonstraremos, também, as razões e as maneiras pelas quais esses “agentes invisíveis”, que, efetivamente, dominam os aspectos, materiais, do Planeta Terra, e não merecem a qualificação de Seres Humanos, pois manipulam o jogo do poder político, econômico e financeiro, a favor dos seus interesses, egoístas, ainda que essa manipulação represente a ruína, morte, quebradeira de empresas e falências de famílias, ao redor do mundo.

17. Caso você seja muito religioso, não julgue fatos pela natureza humana, egoísta, que governa o mundo, apesar de você, assim como todos os homens, sermos tão egoístas, quanto os demais seres humanos, egoístas, do mundo, e não reconhecermos nosso próprio egoísmo, solicito que pare, imediatamente, de ler esta análise, pois, infelizmente, você não vai entender nada do que será dito e analisado e já estará fazendo o jogo, mental, dos verdadeiros manipuladores do poder. Infelizmente, para você e para a sua organização, neste caso, os “agentes ocultos” venceram.

18. Caso você julgue o que acontece ou que vai acontecer, com o mundo, por meio dos seus próprios padrões morais e sociais, solicito que pare, imediatamente, de ler esta análise, pois, infelizmente, você não vai entender nada e já estará fazendo o jogo, mental, dos verdadeiros manipuladores do poder. Infelizmente, para você e para a sua organização, neste caso, os “agentes ocultos” venceram.

19. Se você é daqueles que, sinceramente, espera que o mundo não vai mudar e que, portanto, os seus interesses, materiais, egoístas, de acordo com essa crença interna, não serão afetados pela RUPTURA DO ATUAL MODELO CIVILIZATÓRIO, apesar de os fatos, de forma escancarada, demonstrarem o contrário, também solicito que pare a leitura. Infelizmente, para você e para a sua organização, neste caso, os “agentes ocultos” venceram.

20. Só continue a leitura, se e tão somente se, prometer, para você mesmo, suspender esse seu paradigma, falso, de que nada vai mudar no mercado de atuação da sua organização, pois se ler a análise, negando, a princípio, todas as informações contrárias à sua crença, pessoal, SUA MENTE NEGARÁ TODO E QUALQUER PONTO DE VISTA NOVO, anteriormente apresentado e a seguir apresentado, que contrarie essa sua e, também, minha, necessidade de segurança e conforto, psicológico e emocional.

21. Se você é daqueles que só acredita e analisa relatórios de consultorias, especializadas, especialmente daquela que lhe presta serviços de consultoria, não continue a leitura, não sem antes se perguntar quando foi que a consultoria, que lhe presta assessoria, na área estratégica, deu algum tipo de alerta à sua organização, sobre a eventual tendência de ocorrerem os, assombrosos, acontecimentos atuais, há cerca de 07 (sete) meses atrás, e que podem, ao final, significar, inclusive, a morte da sua organização, no mercado, apesar dos custos que a sua organização mantém ao longo da vigência do contrato de prestação de serviços com a consultoria?

22. As razões pelas quais a consultoria, especialmente as consultorias estrangeiras, mais famosas e, teoricamente, mais capacitadas, para prever reveses, no mundo dos negócios, eventualmente, possam não ter alertado sua organização, há sete meses atrás, sobre os riscos atuais, é uma questão que deve ser refletida entre sua organização e a sua consultoria, a luz do contrato e dos custos da prestação desses relevantes e importantes, serviços, para uma eficaz gestão estratégica de longo prazo da sua organização, especialmente em tempos de um mundo que muda a uma velocidade cada vez maior, a intervalos de tempo cada vez menores.

23. Se você é daqueles que pode até mesmo ler e acreditar no que outros indivíduos falam, dizem e escrevem, mas o seu comportamento, na prática, é o de propagar idéias, contrárias, àquelas ideias de terceiros, que você pode até mesmo concordar com essas idéias, para negar qualquer geração de conceito, positivo, do outro, para, egoisticamente, elevar a sua posição, pessoal e social, perante grupos sociais ou perante o seu superior hierárquico, fazendo você ou o seu superior hierárquico parecerem entendidos, no assunto, que você contradita, sem razões lógicas e morais para contraditar, fazendo o outro parecer um desentendido e/ou até mesmo um lunático — a melhor forma de desqualificar alguma análise é dizer que o analista é louco ou está louco, sem abordar nenhum ponto de vista da vítima do seu egoísmo –, especialmente quando esse comportamento é praticado contra as ideias dos seus subordinados, no âmbito da sua organização, só tenho a lamentar a grande probabilidade de um triste fim, organizacional, para os seus negócios, nessas épocas de turbulência com a qual nem você e nem ninguém, no Brasil e no mundo, jamais testemunharam, na nossa curta trajetória, na face deste Planeta Terra, o que significa dizer que a minha opinião, a sua opinião, a opinião de qualquer organização, a opinião de consultorias e a opinião de quaisquer pessoas e/ou organizações, no Brasil e no mundo, estão no mesmo pé de igualdade, neste momento, EM RELAÇÃO AO DESCONHECIMENTO DESSA SITUAÇÃO NOVA DE RUPTURA DO MODELO CIVILIZATÓRIO, ATUAL, CRIADO COM BASE NO EGOÍSMO HUMANO, E DAS CONSEQÜÊNCIAS DESSA SITUAÇÃO NOVA PARA A SUA ORGANIZAÇÃO E PARA TODOS OS PAÍSES, INCLUSIVE PARA O BRASIL, e, por isso, é importante termos, coletivamente falando, a abertura de, pelo menos ouvirmos a percepção de todos que desejam opinar sobre o assunto, colhendo o máximo de informações, PARA DEPOIS DE OUVIR E SÓ DEPOIS DE OUVIR, tirarmos alguma conclusão sobre o mérito das ideias ou sobre o mérito de análises, a fim de preservar o seu negócio, o sustento da sua família e o sustento de milhões de famílias, no Brasil e no mundo.

24. Efetivamente, na prática, quem é o “agente oculto”, qual o seu tamanho financeiro, isoladamente, e qual o seu tamanho financeiro, em relação ao tamanho da economia do Planeta Terra?

25. Pela tabela a seguir reproduzida (“Imagem Derivativos Bancos EUA.gif”, em anexo”), temos que quatro bancos americanos (JPMORGAN CHASE BANK NA, BANK OF AMERICA NA, GOLDMAN SACHS BANK USA e CITIBANK NATIONAL ASSN) detêm, em 31.12.2009, 95,07% do montante de derivativos (US$ 212,4 TRILHÕES) que estão no Sistema Financeiro Americano, o que pode ser consultado no site http://www.occ.treas.gov/ftp/release/2010-33a.pdf, página 23:

26. Essa “bagunça” tem como causa o fato de o Governo Americano não estar conseguindo resolver os aspectos básicos da crise, fazendo com que as dificuldades dos bancos americanos aumente, exponencialmente, à medida que o tempo passa. Conforme tabela a seguir transcrita, bem como anexada na seqüência, temos:

Fonte: http://www.occ.treas.gov/ftp/release/2010-33a.pdf, página 23

Imagem Derivativos Bancos EUA. Evolução.gif”, em anexo

a) o JP MORGAN CHASE BANK NA, detinha US$ 81,2 TRILHÕES em derivativos, em 09/2008, e que diminuiu para US$ 78,5 TRILHÕES, em 12/2009;

b) o BANK OF AMERICA NA, detinha US$ 39,9 TRILHÕES em derivativos, em 09/2008, e que aumentou para US$ 44,3 TRILHÕES, em 12/2009, ou seja, aumento de 10%;

c) o GOLDMAN SACHS BANK USA, detinha US$ 38,8 TRILHÕES em derivativos, em 09/2008, e que aumentou para US$ 41,6 TRILHÕES, em 12/2009, ou seja, aumento de 7%;

d) o CITIBANK NATIONAL ASSN, detinha US$ 29,6 TRILHÕES em derivativos, em 09/2008, e que aumentou para US$ 37,5 TRILHÕES, em 12/2009, ou seja, aumento de 27%.

27. Apesar da crise mundial e da insustentabilidade do Sistema Financeiro Internacional, as elites mundiais continuam manipulando esse Sistema, arrastando para o fundo do poço bilhões de vidas de famílias e crianças inocentes, conforme podemos ver no gráfico a seguir, demonstrando o crescimento dos derivativos no Sistema Financeiro dos EUA:                        Imagem “Derivativos EUA.gif”, em anexo

28. Podemos ser levados a pensar que os problemas acima com derivativos estão focalizados, exclusivamente, nos EUA. Contudo, é um engano pensar assim. O Sistema Financeiro Internacional, ao longo do tempo, também entrou no mercado de especulação financeira com derivativos e, em função disso, o total de derivativos, no mundo, que, em 2002, era de US$ 127,6 TRILHÕES, saltou para US$ 683,7 TRILHÕES, em 2008, conforme gráfico, em anexo (Fonte: página 57 do livro “A Crise Financeira Mundial – Uma perspectiva dos Emergentes para os Cidadãos do Mundo Globalizado”, 2009, escrito por William Almeida de Carvalho, da Associação Brasileira de Orçamento Público-ABOP).    Imagem Derivativos.gif”, em anexo                  Fonte: Página 57 do livro “A Crise Financeira Mundial”

29. “Nota-se aqui o crescimento brutal dos derivativos em dezembro de cada ano, nesta data (maio/2009), chegavam a quase US$ 592 trilhões de dólares valores nocionais, para um PIB mundial que está em torno de 62 trilhões de dólares (ver a tabela do PIB de guerra publicado pela CIA no https://www.cia.gov/library/publications/the-world-fact-book/fieldes/ 2195. html), conforme mostrado na linha vermelha (a linha amarela representa o crescimento mundial).

30. Pelo que se vê, os derivativos representam o novo câncer no mercado financeiro mundial. Estas são informações oficiais do Banco de Compensações Mundiais (BIS da sigla em inglês). Analistas de porte e confiáveis da crise concordam que enquanto não se reduzir 80% dessa montanha de derivativos a crise não será superada.”. (Fonte: página 57 do livro “A Crise Financeira Mundial – Uma perspectiva dos Emergentes para os Cidadãos do Mundo Globalizado”, 2009, escrito por William Almeida de Carvalho, da Associação Brasileira de Orçamento Público-ABOP).

31. POR ESSES DADOS, OFICIAIS, A SOMA DOS DERIVATIVOS, NO MUNDO, ATINGE O MONTANTE DE US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), ASSIM, DE FATO HÁ EXCESSO DE LIQUIDEZ NO MERCADO GLOBAL, PROVOCADO PELO PROCESSO DE ACUMULAÇÃO DE RIQUEZA FINANCEIRA EM DESCONFORMIDADE COM A RIQUEZA REAL DA ECONOMIA.

32.Os US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES) são o “agente oculto”, para um PIB mundial que está em torno de 62 trilhões de dólares (ver a tabela do PIB de guerra publicado pela CIA no https://www.cia.gov/library/publications/the-world-fact-book/fieldes/ 2195, conforme item 29 anterior.

33. Conforme o item anterior, o leitor percebe o tamanho do “poder”, financeiro, do “agente oculto”? Há em torno de 10 (dez) vezes mais ativos, no Sistema Financeiro Internacional, do que bens, na economia, real, do Planeta Terra.

34. Já parou para refletir que o grande “poder”, financeiro, do Sistema Financeiro Internacional é, também, ao mesmo tempo, a grande fragilidade do Sistema Financeiro Internacional? Por quê?

35. Imagine que você tem em uma economia, hipotética, imaginária, cinco pessoas (investidor nº 1, investidor nº 2, investidor nº 3, investidor nº 4, investidor nº 5 e investidor “n” com US$ 1 bilhão em recursos, financeiros, sobrando no caixa, e cinco pessoas com falta de recursos, financeiros (tomador de empréstimos nº 1, tomador de empréstimos nº 2, tomador de empréstimos nº 3, tomador de empréstimos nº 4, tomador de empréstimos nº 5 e tomador de empréstimos “n”), faltando no caixa.

36. O banco captará US$ 1 bilhão, em recursos financeiros, do investidor nº 1, do investidor nº 2, do investidor nº 3, do investidor nº 4, do investidor nº 5 e do investidor “n”, pelo prazo de quatro anos, e pagará, a esses investidores, uma taxa de juros de, por exemplo, 0,25% a.a., por quatro anos, o que gerará, para o banco, o custo de US$ 10.037.562,54, nesse período, conforme a tabela abaixo anexada (Juros que o banco paga aos investidores.gif):

37. Após a captação, citada no item anterior, o banco aplicará esses recursos junto ao tomador de empréstimos nº 1, ao tomador de empréstimos nº 2, ao tomador de empréstimos nº 3, ao tomador de empréstimos nº 4, ao tomador de empréstimos nº 5, e ao tomador de empréstimos “n”, cobrando, desses tomadores de empréstimos, pelo período de quatro anos, taxa de juros de 0,8% a.a., por exemplo, o que gerará, para o banco, a receita de US$ 32.386.052,10, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada (Juros recebidos pelo banco dos tomadores.gif).

38. Neste exemplo, o resultado, para o banco, será a diferença entre os juros que paga para os investidores e os juros que cobra dos tomadores de empréstimos, o que representa taxa de juros, bruta, sem impostos, de 0,55% a.a., que, tecnicamente, no mercado, se denomina de “spread” bancário, decorrente da atividade de intermediação financeira, gerando, para o banco, neste caso, o resultado (LUCRO), de US$ 22.348.489,56, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada (Resultado para o banco.gif).

39. Utilizando os conceitos acima, façamos cálculos, para ver o resultado (lucro ou o prejuízo) que o Sistema Financeiro Internacional apresenta, atualmente, quando capta recursos de investidores, no Planeta Terra, e empresta esses recursos para tomadores de empréstimos, no Planeta Terra.

40. O Sistema Financeiro Internacional captou US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), em recursos, financeiros, do investidor nº 1, do investidor nº 2, do investidor nº 3, do investidor nº 4, do investidor nº 5 e do investidor “n”, pelo prazo de quatro anos, e paga, para esses investidores, taxa de juros de, por exemplo, 0,25% a.a., por quatro anos, o que gerará, para o Sistema Financeiro Internacional, o CUSTO de US$ 6.862.681.507.957,03, nesse período, conforme a tabela abaixo anexada (Juros pagos pelo SFI.gif).

41. Após a captação, citada no item anterior, o Sistema Financeiro Internacional aplicará esses recursos junto ao tomador de empréstimos nº 1, ao tomador de empréstimos nº 2, ao tomador de empréstimos nº 3, ao tomador de empréstimos nº 4, ao tomador de empréstimos nº 5, e ao tomador de empréstimos “n”, cobrando, desses tomadores de empréstimos, pelo período de quatro anos, taxa de juros de 0,8% a.a., por exemplo, o que gerará, para o Sistema Financeiro Internacional, a RECEITA de US$ 2.007.935.229.952,00, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada (Juros recebidos pelo SFI.gif):

42. No item anterior, o capital de US$ 62.000.000.000.000.00 (Sessenta e dois trilhões de dólares), representa empréstimos, efetuados pelo emprestados pelo Sistema Financeiro Internacional, no valor da soma de todos os bens disponíveis, na economia real, do Planeta Terra. É como se o Sistema Financeiro Internacional separasse US$ 62 TRILHÕES dos US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), em ativos, atualmente disponíveis, e emprestasse parte esses recursos para todas as pessoas, físicas e jurídicas, do Planeta Terra.

43. Neste exemplo, o resultado, para o Sistema Financeiro Internacional, é a diferença entre os juros que paga para os investidores e os juros que cobra dos tomadores de empréstimos, o que representa taxa de juros, bruta, sem impostos, de 0,55% a.a., que, tecnicamente, no mercado, se denomina de “spread” bancário, decorrente da atividade de intermediação financeira, gerando, para o Sistema Financeiro Internacional, neste caso, o resultado (PREJUÍZO), de US$ 4.854.746.278.005,03, no período de quatro anos, conforme a tabela abaixo anexada, o que, infelizmente, é a atual situação em que se encontra o Sistema Financeiro Internacional, conforme a tabela abaixo anexada (Resultado SFI.gif):

44. Conforme demonstramos nos itens anteriores, o leitor percebeu a ruptura do modelo de funcionamento do Sistema Financeiro Internacional?

45.O excesso de ativos, REMUNERADOS, no Sistema Financeiro Internacional, no montante de US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), E NÃO APLICADOS, EM ATIVIDADES PRODUTIVAS, PARA GERAR RECEITAS, JUNTO AOS TOMADORES DE EMPRÉSTIMOS E, DESSA FORMA, PAGAR A TAXA DE JUROS DOS INVESTIDORES, É A GRANDE CAUSA DO COLAPSO DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL. Não é por outra razão que há sobra de recursos, financeiros, nos grandes bancos, no mundo todo. Não é, apenas, por que os bancos estão com “medo” de emprestar recursos e perder dinheiro com inadimplência, em função da “crise” mundial. Não é por outra razão que as taxas de juros estão em zero ou em quase zero, no mundo todo. Não é por outra razão que as lideranças, mundiais, não sabem o que fazer, neste exato momento, para “concertar” essa situação, CATASTRÓFICA, gerada, infelizmente, pela ganância e egoísmo de poucos seres humanos que, por meio do endividamento das famílias, do Planeta Terra, utilizaram, para gerar esse brutal endividamento e empobrecimento das famílias, do Planeta Terra, e a brutal transferência de renda das famílias, do Planeta Terra, para o patrimônio de poucos investidores, no mundo, por intermédio do Sistema Financeiro Internacional. ESSA É A GRANDE VERDADE QUE, POR ENQUANTO, AS ELITES MUNDIAIS RELUTAM EM REVELAR, APESAR DE ESSA VERDADE ESTAR ESCANCARADA PARA AS CONSCIÊNCIAS QUE TENHAM UM MÍNIMO DE DISCERNIMENTO, ESPIRITUAL, E NÃO SE PREOCUPEM, APENAS, COM A VIDA COTIDIANA, E NÃO FIQUEM, APENAS, FILTRANDO, MENTALMENTE, AS PERCEPÇÕES INTERNAS, PARA SATISFAZER SEUS INTERESSES PARTICULARES, EGOÍSTAS.

46. Como os bancos, do Planeta Terra, apresentam custos brutalmente maiores do que as receitas que recebem na operação de intermediação financeira, conforme análises dos itens anteriores, o buraco (prejuízos dos bancos) está sendo coberto pelos cofres, públicos, dos governos, do mundo. Conforme o link http://marx21.com/2011/08/03/fed-ja-gastou-16-trilhoes-de-dolares-com-o-bailout/, “desde o início da crise nos EUA em 2008, o FED já gastou 16 trilhões de dólares com o programa de ‘ajuda’ econômica aos bancos e empresas privadas em dificuldades. Este foi o cálculo feito pelo Government Accountability Office (GAO), assim com requisitado pelo senador democrata Bernie Sanders, do estado de Vermont. O dinheiro do governo serviu para pagar tanto empresas norte-americanos quanto estrangeiras em acordos com altos níveis de conflito de interesses e de obscuridade”, conforme a matéria em anexo (“FED gastou 16 Trilhoes de oolares com o Bailout.pdf”).

47. Com a visão, agora, um pouco mais ampla, vamos reler a matéria publicada pelo Estadão, em 25.10.2011, no link http://blogs.estadao.com.br/radar-economico/2011/10/25/bancos-dos-eua-nadam-em-dinheiro-mas-nao-emprestam/, em anexo (“Bancos nadam em dinheiro.pdf”), intitulada “Bancos dos EUA nadam em dinheiro, mas não emprestam”, onde está registrado que os banqueiros têm tido um problema estranho esses dias: estão inundados em dinheiro”, afirma o “Times”. O volume de depósitos, que já vinha aumentando, subiu mais nos últimos meses devido à crise na Europa e atingiu o recorde de US$ 8,9 trilhões.”.

“Depois de o “Washington Post” noticiar que alguns bancos estavam demolindo as casas dos devedores e doando os terrenos, para não gastar com impostos, o “New York Times” aparece com uma reportagem segundo a qual as instituições financeiras estão cheias de dinheiro, a ponto de tentar afastar alguns clientes – e, mesmo assim, não emprestam os recursos.

“Os banqueiros têm tido um problema estranho esses dias: estão inundados em dinheiro”, afirma o “Times”. O volume de depósitos, que já vinha aumentando, subiu mais nos últimos meses devido à crise na Europa e atingiu o recorde de US$ 8,9 trilhões.

Segundo o jornal, a população, com medo do que poderá acontecer com a economia, tem guardado o dinheiro no banco, que, por sua vez, não o empresta, seja porque também está inseguro com a economia, seja por não encontrar tomadores confiáveis que estejam dispostos a assumir riscos neste momento.

O diário cita o caso do Wells Fargo, que recebeu US$ 41,8 bilhões em depósitos no terceiro trimestre, mas só destinou a novos empréstimos US$ 8,2 bilhões.

“Normalmente, em um ambiente [econômico] mais robusto, a entrada de depósitos seria usada para financiar novos negócios, planos de expansão e compra de imóveis. Mas na frágil economia de hoje, a massa de dinheiro novo está fazendo pouco para gerar crescimento”, analisa o jornal.

Antes da crise, os bancos disputavam clientes, oferecendo brindes como iPods e taxas de juros de 3% ao ano no CD (equivalente ao CDB no Brasil). Agora, correntistas depositam o dinheiro e aceitam receber juros de apenas 0,25% ao ano porque “é melhor não ganhar nada do que perder”, segundo um consultor ouvido pelo “Times”.

Migalha

Os bancos não encontram “tomadores de empréstimo qualificados”, nas palavras do dono de uma pequena instituição financeira. Por isso, têm feito aplicações “em troca de migalha”, diz a reportagem, investindo “em títulos ultra-seguros, como papéis garantidos pelo governo”.

Como a taxa básica de juros está praticamente zerada, as instituições financeiras ganham muito pouco com esses papéis. “O que os banqueiros chamam de spread [diferença entre o que eles pagam aos credores e o que cobram dos devedores] está sendo esmagado – eles estão ganhando menos dinheiro para cada dólar que têm em mãos”, conta o jornal.

“É muito difícil, para nós, fazer algum spread significativo em cima desses depósitos”, disse ao diário o presidente do Hyde Park Savings Bank, instituição financeira que baixou juros pagos no CD e se livrou de mil clientes.

“Se você não pode pôr esse dinheiro para girar, o que fazer com ele? Você está enviando extratos mensais, você tem funcionários nas agências. Tudo isso tem custo”, disse um analista, explicando por que alguns bancos têm até evitado determinados clientes.

Para o “Times”, essa pressão sobre o spread é “uma ameaça[aos bancos] maior até do que as novas regras de regulação financeira”.”.

48. O problema mais estranho, sobre o qual as autoridades monetárias, do Planeta Terra não falam uma única vírgula, claro, é o de que os US$ 8,9 trilhões de ativos, no Sistema Financeiro dos EUA, provenientes de depósitos, em dinheiro, das pessoas físicas e jurídicas, em geral, naquele país, é o menor dos problemas dos bancos americanos e é o menor dos problemas dos bancos do resto do mundo. Por quê? Vide item seguinte.

49. Relembrando. US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES) EM ATIVOS, no Sistema Financeiro Internacional, que estão sendo remunerados, neste momento, para os investidores, titulares desses direitos, MAS QUE, NA SUA GRANDE MAIORIA NÃO ESTÃO APLICADOS EM LUGAR ALGUM, POIS NÃO HÁ TOMADORES, SUFICIENTES, NO PLANETA TERRA, PARA PEGAR US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES) EM EMPRÉSTIMOS, POIS O PATRIMÔNIO, DE TODAS AS PESSOAS, FÍSICAS E JURÍDICAS, DO PLANETA TERRA É, DE APENAS, 62 TRILHÕES DE DÓLARES (ver a tabela do PIB de guerra publicado pela CIA no https://www.cia.gov/library/publications/the-world-fact-book/fieldes/ 2195, conforme item 29 anterior.

50. O PROCESSO, POR INTERMÉDIO DO QUAL, O SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL REMUNERA OS INVESTIDORES DOS US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), EM ATIVOS, PAGANDO JUROS A ESSES INVESTIDORES, AINDA QUE AS TAXAS DE JUROS SEJAM MANTIDAS MUITO BAIXAS, LEVARÁ AO COLAPSO DOS BANCOS, NO MUNDO TODO, POIS É MATEMATICAMENTE IMPOSSÍVEL QUE ESSE MODELO SE MANTENHA EM PÉ POR MUITO TEMPO. SE VOCÊ NÃO ACREDITA NESSA ANÁLISE REFAÇA OS CÁLCULOS, PARA VERIFICAR SE OS CÁLCULOS NÃO ESTÃO INCORRETOS, SE OS CÁLCULOS ESTIVEREM CORRETOS, ACREDITE NOS NÚMEROS E ESQUEÇA O QUE LHE DIZEM PARA TE TRANQUILIZAR, POR MEIO DA IMPRENSA INTERNACIONAL.

51. Os mágicos, que manipulam o Sistema Financeiro Internacional, querem fazer crer aos investidores, do mundo, QUE AINDA NÃO SABEM A VERDADE, que a realidade, nua e crua, descrita anteriormente, é uma mentira e de que nada vai mudar. Querem que acreditemos que podemos todos, no mundo, ficar tranquilos, pois nada vai acontecer ao Sistema Financeiro Internacional e tão pouco nada vai acontecer com os recursos financeiros que as famílias e as empresas depositam nos bancos, ao redor do mundo.

52. Sinceramente, você acredita na previsão dos representantes do Sistema Financeiro Internacional, divulgadas pela imprensa internacional, controlada pelo capital estrangeiro ou você crê na lógica, nos números e na factibilidade entre o que é dito pela imprensa internacional e as possibilidades patrimoniais e matemáticas das relações de captação, aplicação, spread e intermediação financeira, descritas anteriormente?

53. SENHOR ANALISTA, TENHO UMA DÚVIDA? Como é que o Sistema Financeiro Internacional conseguiu a proeza de acumular US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), EM ATIVOS, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, DIANTE DE UM PIB, MUNDIAL, DE, APENAS, 62 TRILHÕES DE DÓLARES (ver a tabela do PIB de guerra publicado pela CIA no https://www.cia.gov/library/publications/the-world-fact-book/fieldes/ 2195, conforme item 29 anterior?

54. A explicação é simples e fácil de entender, se entendermos o que significa um derivativo e a alavancagem (criar mais ativos no Sistema Financeiro Internacional do que bens disponíveis, na economia real), bem como entendermos como os “derivativos” e o endividamento, das famílias, do mundo, juntamente com a valorização imobiliária, dessas famílias, do mundo, foram utilizados para drenar e concentrar a riqueza, do Planeta Terra, no patrimônio de cerca de 12 (doze) famílias, no mundo.

55. A PALAVRA DERIVATIVO É POMPOSA, PARECENDO SER UMA COISA COMPLICADA DE ENTENDER, PARA SERES HUMANOS QUE NÃO SÃO DO MERCADO FINANCEIRO, MAS QUE, NA PRÁTICA, É UMA PALAVRA REPRESENTATIVA DE UM PROCESSO, FINANCEIRO, MUITO SIMPLES E, AO MESMO TEMPO, MUITO ARRISCADO E, ACIMA DE TUDO, MUITO IMORAL. COMO É QUE FUNCIONA, NA PRÁTICA, A ALAVANCAGEM, POR MEIO DA EMISSÃO DE DERIVATIVOS DO MESMO DIREITO CREDITÓRIO PELO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL?

56. IMAGINE QUE O SEU VIZINHO, QUE ESTÁ DESEMPREGADO E ENDIVIDADO, EMITIU UM CHEQUE DE US$ 1.000,00 E O MERCADO FINANCEIRO MUNDIAL, COM BASE NO CHEQUE DE US$ 1.000,00 DO SEU VIZINHO, FEZ A EMISSÃO DE 1.000.000 (UM MILHÃO DE OUTROS PAPÉIS), RELACIONADOS AO MESMO CHEQUE DE US$ 1.000,00 DO SEU VIZINHO, E QUE, NO PROCESSO DE VENDA, INICIAL (MERCADO PRIMÁRIO), DESSES PAPÉIS NO MERCADO, FOI GERADA UMA LIQUIDEZ DE US$ 1.000.000.000,00 (UM BILHÃO DE DÓLARES).

57. PERCEBAMOS QUE OS PAPÉIS FORAM VENDIDOS PARA VÁRIOS COMPRADORES PELO MUNDO E QUE ESSES COMPRADORES DESEMBOLSARAM RECURSOS, FINANCEIROS, PARA COMPRAR ESSES PAPÉIS, DA ORDEM DE US$ 1.000.000.000,00 (UM BILHÃO DE DÓLARES). ISTO SIGNIFICA QUE DIVERSOS INVESTIDORES PELO MUNDO RETIRARAM DINHEIRO DO SEU PRÓPRIO BOLSO PARA COMPRAR ESSES PAPÉIS (DERIVATIVOS), NO VALOR DE US$ 1.000.000.000,00 (UM BILHÃO DE DÓLARES).

58. NOTE, CARO LEITOR, QUE ESSES US$ 1.000.000.000,00 (UM BILHÃO DE DÓLARES) SE TRANSFORMARAM EM LIQUIDEZ NA ECONOMIA MUNDIAL PARA COMPRA DE CARROS, CASAS, SOLICITAÇÃO DE EMPRÉSTIMOS, COM BASE NESSES PAPÉIS ETC.

59. ESSES PAPÉIS (DERIVATIVOS), ANTES DO SEU VENCIMENTO, SÃO COMPRADOS E VENDIDOS, NO MERCADO FINANCEIRO INTERNACIONAL (MERCADO SECUNDÁRIO), NORMALMENTE, ATÉ QUE UM DIA CHEGA A DATA DO VENCIMENTO DESSE PAPEL, QUANDO O SEU VIZINHO DEVE PAGAR O CHEQUE DE US$ 1.000,00.

60. SE O SEU VIZINHO PAGAR O CHEQUE DE US$ 1.000,00, TUDO BEM. NADA ACONTECE AOS INVESTIDORES E À ECONOMIA REAL. SE O SEU VIZINHO NÃO PAGAR O CHEQUE DE US$ 1.000,00, NA DATA APRAZADA, PARA O CREDOR, QUEBRA-SE TODA A CADEIA FINANCEIRA, E, POR VIA DE CONSEQÜÊNCIA, OS DETENTORES DOS MILHÕES DE OUTROS PAPÉIS EMITIDOS, COM BASE EM UM ÚNICO CHEQUE DE US$ 1.000,00 (CHEQUE SEM FUNDOS), DO SEU VIZINHO, INADIMPLENTE, ESTÃO COM UM GRANDE PROBLEMA, POIS ESSES ATIVOS QUE ESTÃO NO SEU PATRIMÔNIO, NA VERDADE, VIRARAM PÓ.

61. A ECONOMIA MONETÁRIA E A ECONOMIA REAL DESCOLARAM UMA DA OUTRA. PERCEBEU? FOI ISSO O QUE OS PAÍSES RICOS COMO, POR EXEMPLO, OS EUA E PAÍSES DA EUROPA, POR EXEMPLO, COM A AJUDA DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, SEM NENHUM TIPO DE CONTROLE E FISCALIZAÇÃO DE NENHUM BANCO CENTRAL OU GOVERNO, FIZERAM AO LONGO DOS ANOS, ENVOLVENDO TRILHÕES DE DÓLARES.

62. EM ALGUM MOMENTO, EM FUNÇÃO DO PÂNICO, OS DETENTORES DA TITULARIDADE DESSA LIQUIDEZ EXCESSIVA PODEM QUERER TRANSFORMAR ESSA LIQUIDEZ EM BENS NA ECONOMIA REAL, MAS NÃO VÃO CONSEGUIR. POR QUÊ? POR QUE NÃO HÁ BENS SUFICIENTES, NO MUNDO, PARA FAZER ESSA TRANSFORMAÇÃO DE ATIVOS DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL PARA ATIVOS, NA ECONOMIA REAL.

63. SE VOCÊ PAGOU US$ 100 MILHÕES POR 100.000 DERIVATIVOS DE US$ 1.000,00, RETOMANDO NOSSA HIPÓTESE ACIMA, NO MOMENTO DA CORRERIA, PARA TRANSFORMAR ESSA LIQUIDEZ EM BENS, NA ECONOMIA REAL, VOCÊ PODERÁ PERDER TODO O CAPITAL INVESTIDO NESSES DERIVATIVOS, POIS TODOS OS INVESTIDORES ESTARÃO, TAMBÉM, AO MESMO TEMPO, ASSIM COMO VOCÊ, BUSCANDO SE DESFAZER DESSES PAPÉIS, E COMO NÃO HÁ BENS SUFICIENTES, NA ECONOMIA REAL, PARA TODOS COMPRAREM BENS NO MUNDO, EM FUNÇÃO DO EXCESSO DE LIQUIDEZ, OS PAPÉIS PERDEM, TOTALMENTE, O SEU VALOR, DE UMA HORA PARA A OUTRA.

64. ISSO, NA PRÁTICA, É O QUE OS ECONOMISTAS DESIGNAM DE “ESTOURO DA BOLHA”. ISSO, NA VERDADE, SIGNIFICA PREJUÍZO FINANCEIRO REAL E EFETIVO PARA MUITOS INVESTIDORES. PREJUÍZO, REAL E EFETIVO, PARA VOCÊ, SUA FAMÍLIA, SUA COMUNIDADE, SUA CIDADE, SEU ESTADO FEDERAL, SEU PAÍS, EMPRESAS, GOVERNOS E ORGANIZAÇÕES, NO MUNDO TODO, ENQUANTO INVESTIDOR EM DERIVATIVOS.

65. AINDA QUE VOCÊ, SUA FAMÍLIA, SUA COMUNIDADE, SUA CIDADE, SEU ESTADO FEDERAL, SEU PAÍS, EMPRESAS, GOVERNOS E ORGANIZAÇÕES, NO MUNDO TODO, NÃO TENHAM COMPRADO DERIVATIVOS, NÃO NOS ENGANEMOS PENSANDO QUE NÃO SEREMOS AFETADOS PELO “ESTOURO DESSA BOLHA”. NÃO NOS ENGANEMOS PENSANDO QUE VAMOS ASSISTIR, DE CAMAROTE, OS OUTROS PERDEREM DINHEIRO. POR QUÊ?

66. IMAGINE QUE VOCÊ TEM UM CLIENTE QUE TE DEVE A QUANTIA DE US$ 60 MILHÕES E QUE ESSE SEU DEVEDOR TÊM US$ 100 MILHÕES PARA TE PAGAR. SÓ QUE ESSES US$ 100 MILHÕES, DO SEU DEVEDOR, ESTAVAM TODOS INVESTIDOS EM DERIVATIVOS. SE ESSE SEU DEVEDOR PERDER OS US$ 100 MILHÕES QUE ESTAVAM INVESTIDOS EM DERIVATIVOS, VOCÊ, SUA FAMÍLIA, SUA COMUNIDADE, SUA CIDADE, SEU ESTADO FEDERAL, SEU PAÍS, EMPRESAS, GOVERNOS E ORGANIZAÇÕES, NO MUNDO TODO, QUE NÃO TINHAM NENHUM DERIVATIVO EM SEU PATRIMÔNIO, PERDEM DINHEIRO TAMBÉM, POIS OS SEUS DEVEDORES NÃO VÃO TE PAGAR NA DATA DO VENCIMENTO DA DÍVIDA, JÁ QUE PERDERÃO TODO O CAPITAL DISPONÍVEL, QUANDO A “BOLHA DE DERIVATIVOS ESTOURAR”.

67. O SEU DEVEDOR, NESSE EXEMPLO, PODE FICAR POBRE DA NOITE PARA O DIA. IMAGINE A CATÁSTROFE PARA A ECONOMIA MUNDIAL QUE VAI OCORRER, QUANDO ESSE PROCESSO DE “ESTOURO DA BOLHA” OCORRER. QUANDO ESSA “BOLHA” “ESTOURAR”, E ELA (BOLHA) VAI ESTOURAR, TODOS PERDEM.

68. ESSA É A FRAQUEZA DAS SETE GRANDES ECONOMIAS QUE CRIARAM A GLOBALIZAÇÃO E A ECONOMIA MONETÁRIA PARA SE BENEFICIAREM E FORAM, DE FATO, BENEFICIADAS, PELA GLOBALIZAÇÃO E PELA ECONOMIA MONETÁRIA. OS “PAÍSES RICOS” ESTÃO FRÁGEIS É VERDADE, MAS NÃO DEVEM SER SUBESTIMADOS. OS POVOS DO MUNDO, ESPECIALMENTE, OS ARROGANTES, DO BRASIL, NÃO DEVEM PENSAR QUE ESTAMOS NO CONTROLE DA SITUAÇÃO, POIS NÃO ESTAMOS NO CONTROLE DA SITUAÇÃO.

69. OS BRASILEIROS E O RESTO DO MUNDO ESTÃO SENDO MANIPULADOS, PARA PENSAR QUE ESTÃO NO CONTROLE DA SITUAÇÃO, PARA QUE, POR MEIO DO ORGULHO E DA ARROGÂNCIA DEIXEM A GUARDA ABERTA E, QUANDO A GUARDA ESTIVER ABERTA, VIRÁ O GOLPE FATAL, A SER PROFERIDO PELO “AGENTE OCULTO”.

70. QUANDO, COMO E POR QUE SERÁ DADO O GOLPE FATAL, EM VÁRIOS PAÍSES, DO MUNDO, AO MESMO TEMPO, SE OS POVOS, COMO OS BRASILEIROS, ATUALMENTE, FICAREM PENSANDO QUE ESTÃO NO CONTROLE DA SITUAÇÃO?

71. POR QUE OS CRIADORES DA ECONOMIA MONETÁRIA E DA GLOBALIZAÇÃO NECESSITAM FRAGILIZAR A POSIÇÃO DE PAÍSES COMO, POR EXEMPLO, O BRASIL? RESPOSTA: É IMPORTANTE PERCEBER QUE OCORREM DOIS MOVIMENTOS SIMULTÂNEOS QUE VÃO COLAPSAR AS ESTRUTURAS ATUAIS DE PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO.

72. O PRIMEIRO MOVIMENTO QUE LEVARÁ AO COLAPSO DAS ATUAIS ESTRUTURAS DE PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO É O “ESTOURO DA BOLHA” DE DERIVATIVOS, EM FUNÇÃO DO EXCESSO DE LIQUIDEZ EM RELAÇÃO À ECONOMIA REAL, CONFORME ANALISADO ANTERIORMENTE.

73. O SEGUNDO MOVIMENTO QUE LEVARÁ AO COLAPSO DAS ATUAIS ESTRUTURAS DE PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO É O CRESCIMENTO DA IMPORTÂNCIA DOS PAÍSES EMERGENTES NA FORMAÇÃO DA RIQUEZA MUNDIAL. CONFORME MATÉRIA INTITULADAEMERGENTES TERÃO 52% DO PIB EM 2015”, DIVULGADA NO LINK (http://editorastilo.com.br/portal/index.php?option=com_content&view=article&id=713:emergentes-terao-52-do-pib-em-2015&catid=51:destaques&Itemid=53), EM 28.09.2010, PELO VALOR ON-LINE, ABAIXO REPRODUZIDA E EM ANEXO (“Emergentes terão 52 do PIB em 2015.pdf”):

“Os países emergentes terão um peso maior do que os desenvolvidos na economia mundial antes de 2015, segundo o Banco Mundial.

Embora não tenham se descolado completamente dos países ricos, cujas economias estão estagnadas, os emergentes seguirão trajetória de forte crescimento nos próximos anos.

Em 2009, eles respondiam por 46% do Produto Interno Bruto mundial e os desenvolvidos, por 54%. Em 2015, as economias emergentes terão uma fatia de 52%. “Os países emergentes surgiram para resgatar a economia mundial”, afirma o brasileiro Otaviano Canuto, vice-presidente de redução de pobreza e gerenciamento econômico do Bird.”.

74. A CONJUGAÇÃO DA NOTÍCIA DE QUE OS PAÍSES EMERGENTES TERÃO 52% DO PIB EM 2015 E, MUITO PROVAVELMENTE, ESSE PERCENTUAL SERÁ BEM MAIOR NOS PRÓXIMOS 25 (VINTE E CINCO) ANOS, COM A NOTÍCIA DE QUE, EM POUCO TEMPO, TEREMOS O “ESTOURO DA BOLHA” DE DERIVATIVOS, AFUNDANDO AS ECONOMIAS DOS PAÍSES DESENVOLVIDOS EM PROFUNDA RECESSÃO E GRAVES PROBLEMAS ECONÔMICOS E SOCIAIS, GERA UMA ESTRANHA INTERPRETAÇÃO NO MEU ESPÍRITO CRÍTICO: AS GRANDES POTÊNCIAS DO MUNDO, QUE PASSARAM ANOS ACUMULANDO CAPITAL E RIQUEZAS E SE BENEFICIANDO DAS POTENCIALIDADES DA ECONOMIA MONETÁRIA, QUE CONTROLAM, ATUALMENTE, SERÃO OS GRANDES PREJUDICADOS COMO DECORRÊNCIA DA SUA ESTRATÉGIA DE GLOBALIZAÇÃO QUE ESSAS MESMAS GRANDES POTÊNCIAS IMPLEMENTARAM? ESSES PAÍSES ACEITARÃO O PREJUÍZO, FINANCEIRO, SEM AO MENOS TENTAR LUTAR UMA GUERRA, FINANCEIRA OU CAMBIAL?

75. O SEU ESPÍRITO, A EXEMPLO DO MEU ESPÍRITO, ACREDITA QUE GRANDES POTÊNCIAS, QUE SE ENVOLVERAM EM DUAS GUERRAS MUNDIAIS, PELA DISPUTA DE PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO, FICARÃO INERTES, DIANTE DO QUADRO ACIMA E SAIRÃO PERDENDO DESSE JOGO, SEM NEM AO MENOS TENTAR REAGIR, PARA DIMINUIR O SEU PREJUÍZO, E, TENTAR, MANTER O PODER TÃO DURAMENTE CONQUISTADO AO LONGO DE SÉCULOS DE LUTAS SANGRENTAS, BATALHAS E GUERRAS?

76. CARO SENHOR ANALISTA NÃO HÁ EXAGERO NESSE PONTO DE VISTA? CARO LEITOR, PODE ATÉ SER QUE HAJA EXAGERO NO MEU PONTO DE VISTA, MAS O MEU PONTO DE VISTA, PARA QUE VOCÊ COMPREENDA O MEU PONTO DE VISTA, ESTÁ BASEADO NA NATUREZA HUMANA. MEU PONTO DE VISTA NÃO ESTÁ BASEADO NA SUA NATUREZA HUMANA INDIVIDUAL, BONDOSA, MAS NA NATUREZA HUMANA, COLETIVA, QUE, INFELIZMENTE, AINDA É MUITO EGOÍSTA E EXTREMAMENTE PROPENSA PARA A GUERRA, QUALQUER TIPO DE GUERRA.

77. Lembremo-nos de que o ego humano ainda apresenta lógica irracional, apesar de todo o desenvolvimento tecnológico. Conforme matéria intitulada “Mortos em Guerras ao Longo do Tempo”, divulgada em 24.03.2008, no link http://dgraca.wordpress.com/2008/03/24/mortos-em-guerras-ao-longo-do-tempo/, o extermínio de seres humanos, por meio das guerras, no mundo, cresce constantemente, conforme os números abaixo (Fonte: Relatório do Desenvolvimento Humano do PNUD-ONU, 2005, pág. 175):

“no século XVI, 1.600.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 0,32% da população mundial estimada, na época, em 493.300.000;

no século XVII, 6.100.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 1,05% da população mundial estimada, na época, em 579.100.000;

no século XVIII, 7.000.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 0,92% da população mundial estimada, na época, em 757.400.000;

no século XIX, 19.400.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 1,65% da população mundial estimada, na época, em 1.172.900.000;

no século XX, 109.700.000 seres humanos morreram em conflito, o que representou 4,35% da população mundial, estimada em 2.519.500.000.”.”

78. Os números impressionam. Do século XVI ao século XIX, 34.100.000 (trinta e quatro milhões e cem mil) seres humanos foram mortos em guerras, no mundo. Só no século XX, 109.700.000 (cento e nove milhões e cem mil) seres humanos foram exterminados pelas guerras — em 100 (cem ) anos os homens mataram, em guerras, mais do que nos 400 (quatrocentos anos) anteriores –, apesar do crescimento econômico, apesar dos meios de comunicação, apesar dos avanços tecnológicos, apesar de as religiões, no mundo, pregarem o amor a Deus e o respeito ao próximo. Apesar de todos esses “esforços”, o número de vítimas, inocentes, do ego humano continua a crescer. POR ISSO, CARO LEITOR, NÃO ESPERE MISERICÓRDIA, NO CAMPO ECONÔMICO E FINANCEIRO, PROVINDO DA PARTE DAS NAÇÕES “DESENVOLVIDAS”, POIS ELAS VÃO TENTAR, A TODO O CUSTO, MANTER O SEU PODERIO ECONÔMICO E FINANCEIRO. SEJA UM HOMEM BOM, MAS NÃO SEJA UM HOMEM TOLO, POIS, SE VOCÊ FOR UM HOMEM BOM, MAS UM HOMEM TOLO, SUA FAMÍLIA E OS SEUS FILHOS PAGARÃO O PREÇO DA SUA BONDADE, CONJUGADOS COM A SUA TOLISSE, FAZENDO COM QUE A INJUSTIÇA PREVALEÇA SOBRE A JUSTIÇA.

79. COM BASE NAS INFORMAÇÕES ACIMA, PODEMOS EXTRAIR, UTILIZANDO OS MAIS MINUCIOSOS DETALHES, QUE O GRUPO QUE COMANDA O CAPITAL ESTRANGEIRO SEMPRE SE UTILIZOU DE TRÊS ESTRATÉGIAS, PARA FAZER A DEMOCRACIA E A ECONOMIA DE MERCADO, NO MUNDO, PROSPERAREM A BENEFÍCIO DE UMA PEQUENA ELITE, NÃO MUITO MAIOR DO QUE 200 (DUZENTAS) PESSOAS, ENVOLVENDO CERCA DE 12 (DOZE) OU 13 (TREZE) FAMILIAS E ALGUMAS POUCAS GRANDES ORGANIZAÇÕES QUE ESSAS 12 (DOZE) OU 13 (TREZE) FAMILIAS CONTROLAM, ATUALMENTE :

a) Criar e corromper uma elite dominante no país onde será implementada a economia de mercado baseada na democracia e nos conceitos econômicos de Adam Smith;

b) Quando a corrupção não surte o efeito desejado, busca-se a desestabilização do governo que se opõe ao interesse do capital estrangeiro e se a desestabilização não surte o efeito desejado simplesmente mata-se o político ou políticos que se opõem ao interesse desse capital;

c) O último recurso utilizado é a guerra para desestabilizar a economia do país ou região, de forma que as grandes corporações possam, no segundo momento, participar da reconstrução do país ou região;

d) Além disso, o capital estrangeiro se utiliza do expediente de conceder os créditos para financiar o desenvolvimento dessa economia, mediante o pagamento de juros.

80. Por que razão, no momento, o capital estrangeiro, apesar da perspectiva de “ver esse capital virar pó”, aparentemente está assistindo o poder político, econômico e financeiro migrar para os países emergentes? Por que razão as nações mais ricas do mundo não estão utilizando os expedientes citados abaixo, historicamente utilizados para fazer os seus interesses prevalecerem sobre os interesses nacionais de países-alvo de suas ações?

a) Criar e corromper uma elite dominante no país onde será implementada a economia de mercado baseada nos conceitos de Adam Smith;

b) Quando a corrupção não surte o efeito desejado, busca-se a desestabilização do governo que se opõe ao interesse do capital estrangeiro e se a desestabilização não surte o efeito desejado simplesmente mata-se o político ou políticos que se opõem ao interesse desse capital;

c) O último recurso utilizado é a guerra para desestabilizar a economia do país ou região, de forma que as grandes corporações possam, no segundo momento, participar da reconstrução do país ou região;

d) Além disso, o capital estrangeiro se utiliza do expediente de conceder os créditos para financiar o desenvolvimento dessa economia, mediante o pagamento de juros.

81. Resposta do item anterior: por que o problema, agora, envolve o Planeta Terra. É muito diferente você escolher um país alvo, atuar nesse país alvo, para minar sua economia numa guerra econômica e financeira e, depois, participar da reconstrução desse país emprestando dinheiro a juros elevados e “oferecendo” suas empresas para reconstruir esse país. Não é possível fazer isso, ao mesmo, tempo, no mundo inteiro.

82. POR ISSO, O GRUPO ECONÔMICO QUE COMANDA O CAPITAL INTERNACIONAL JÁ SABE QUE TERÃO MUITOS MAIS PREJUÍZOS DO QUE ÀQUELES QUE JÁ INCORRERAM ATÉ O MOMENTO. CONTUDO, A TENDÊNCIA DESSE CAPITAL INTERNACIONAL É A DE ADOTAR AÇÕES PARA DIMINUIR OS SEUS PREJUÍZOS, ATUANDO EM PAÍSES MAIS FRACOS COMO, POR EXEMPLO, NA ÁFRICA E NO BRASIL, ONDE É EFICAZ CRIAR E CORROMPER UMA ELITE DOMINANTE.

83. COMO O “AGENTE OCULTO” PRETENDE GOLPEAR OS PAÍSES EM DESENVOLVIMENTO?

84. Disse Sun Tzu, no livro “A arte da guerra”:

“Atacai-o onde não estiver preparado. Executai as vossas investidas somente quando não vos esperar.”

85. Os países emergentes como o Brasil, no momento, são um alvo difícil de atacar em uma guerra econômica e financeira, pois está fechado em sua própria economia, com um sólido sistema financeiro e uma moeda que pode ser defendida pelo Governo Brasileiro, a qualquer momento. Portanto, estamos, no alto da colina, se fizermos um paralelo com Sun Tzu. Não se ataca morro acima, pois o atacante corre sério risco de ser dizimado pelas metralhadoras dos inimigos, especialmente quando o atacante está fraco e com fomo (economia e finanças em sérias dificuldades).

86. De que forma, então, o capital estrangeiro pode levar os países emergentes para campo aberto e promover a divisão da tropa (vários países do mundo brigando, em intrigas, ao longo do tempo, por meio de suas moedas), enquanto o verdadeiro estrategista posiciona a sua tropa para atacar, separadamente, cada um dos países, enfraquecidos e desatentos. Várias são as estratégias:

PRIMEIRA: ATRAIA OS PAÍSES EMERGENTES PARA O CAMPO DAS MOEDAS DE RESERVA E UTILIZE OS US$ , EM LIQUIDEZ, PARA MALIPULAR AS RESERVAS E AS RESPECTIVAS ECONOMIAS DESSES PAÍSES. SE O LEITOR DUVIDA QUE É POSSÍVEL FAZER A MANIPULAÇÃO DE UMA MOEDA, UTILIZANDO OUTRA MOEDA, ANALISE O QUE A CHINA FEZ E FAZ, ATUALMENTE, COM AS MOEDAS DE VÁRIOS PAÍSES, INCLUSIVE A DO BRASIL, PARA “SENTIR” O RISCO EM VOCÊ TER UMA MOEDA DE RESERVA, O QUE PERMITIRÁ DESMANDOS E EMISSÕES, FRAUDULENTAS DE PAPEL MOEDA, NÃO SÓ PELOS EUA, MAS TAMBÉM, QUEM SABE PELO PRÓPRIO BRASIL.

Mantega propõe substituir dólar por moeda do FMI         http://www.youtube.com/watch?v=BwtZlTHddkI

SEGUNDA: FAÇA SEUS OPOSITORES SE DIRIGIREM PARA O SEU CAMPO DE BATALHA QUE ESTÁ ECONOMICA E FINANCEIRAMENTE ENFRAQUECIDO. FAÇA O SEU OPONENTE COMPRAR SUAS EMPRESAS, SUAS ESTATAIS E SEUS BANCOS, FALIDOS. FAÇA O SEU OPONENTE DIMINUIR SUAS PROVISÕES, FINANCEIRAS, QUE CERTAMENTE LHE FARÃO FALTA, QUANDO AS EMPRESAS, ESTATAIS E BANCOS, FALIDOS, QUE O SEU OPONENTE COMPROU, QUEBRAREM JUNTAMENTE COM A ECONOMIA DOS PAÍSES, FALIDOS, EM FUNÇÃO DO QUE FOI EXPLANADO NOS ITENS 4 A 12, ANTERIORES, E, ENTÃO, NESTA HORA, O CAPITAL ESTRANGEIRO, E OS VERDADEIROS DONOS DO PODER E DO JOGO, QUE CONTROLAM O JOGO E O PODER POLÍTICO E ECONÔMICO, COMPRARÃO, DE VOLTA, AS EMPRESAS, ESTATAIS E BANCOS, FALIDOS, QUE O SEU OPONENTE COMPROU, JUNTAMENTE COM AS EMPRESAS, ESTATAIS E BANCOS, NACIONAIS, DO SEU OPONENTE, POR QUE ELE FOI ARROGANTE E DESATENTO EM NÃO PERCEBER QUE ÀQUELE QUE POSSUI US$ 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), EM ATIVOS, NO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIONAL, DIANTE DE UM PIB, MUNDIAL, DE, APENAS, 62 TRILHÕES DE DÓLARES (ver a tabela do PIB de guerra publicado pela CIA no https://www.cia.gov/library/publications/the-world-fact-book/fieldes/ 2195, conforme item 29 anterior, MANDA NO JOGO, E NÃO PERDEM, NUNCA, O PODER POLÍTICO E ECONÔMICO COMO PODE PARECER QUE PERDERÃO, CONFORME OS ITENS 71 A 82, ANTERIORES, E ARREBENTARÃO COM OS SEUS EXÉRCITOS, ECONÔMICOS, FACILMENTE, QUANDO OS SEUS EXÉRCITOS (EMPRESAS E BANCOS, NACIONAIS, QUE SE INTERNACIONALIZAREM) ESTIVEREM EM CAMPO ABERTO (COMPRADO EMPRESAS E BANCOS, ESTRANGEIROS, FALIDOS, EM ECONOMIAS, FALIDAS). NESTE MOMENTO, VIRÁ O GOLPE, FATAL, SOBRE A CABEÇA E O FUTURO, DOS DESAVISADOS. NESTE MOMENTO, OS DESAVISADOS CONHECERÃO A VERDADEIRA FACE DO HOMEM, EGOÍSTA. VOCÊ QUER PAGAR PARA VER?

87. Leia a notícia, parcialmente reproduzida, abaixo, e em anexo (“Governo ajudara empresas a comprar estatais europeias.pdf”) de que o “Governo deve ajudar empresas nacionais a comprar estatais européias”, extraída do link http://www.jb.com.br/economia/noticias/2011/10/26/governo-deve-ajudar-empresas-nacionais-a-comprar-estatais-europeias/

“O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Aloizio Mercadante, disse nesta quarta-feira (26) que o governo brasileiro deve ajudar empresas nacionais a comprar companhias estatais europeias.

Segundo ele, com a crise, países da região terão que vender parte de seu patrimônio e o Brasil pode aproveitar a oportunidade para aumentar sua presença internacional. “O momento internacional é estratégico”, declarou. “Os empresários brasileiros precisam ver a crise como uma oportunidade”, completou o ministro.

Mercadante participou na quarta-feira (26) de uma das sessões do 6º Encontro Nacional daIndústria (Enai), em São Paulo, onde informou que o governo brasileiro já monitora oportunidades de negócios em países europeus em crise. Segundo ele, Portugal, Espanha e Itália, já anunciaram que vão vender parte de suas estatais: empresas de energia, correios e aviação, por exemplo. Só na Itália, o valor das companhias à venda deve chegar aos 100 bilhões de euros (cerca de R$ 245 bilhões).

O ministro disse que é interessante para o Brasil que empresas nacionais entrem na disputa. Por isso, o governo deve apoiar financeiramente os projetos de compra que surgirem. “O Estado brasileiro tem que ser parceiro”, disse o Mercadante. “Se for um projeto, se for alguém que tenha condição de tomar crédito, seguramente o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] estará pronto para apoiar.”

88. ESPERO QUE OS BANQUEIROS E EMPRESÁRIOS, BRASILEIROS, JUNTAMENTE COM O GOVERNO BRASILEIRO E OUTROS GOVERNOS DE PAÍSES EMERGENTES, DO MUNDO, NÃO CAIAM NA ARMADILHA DO “AGENTE OCULTO”, EM FUNÇÃO DO SEU EGOÍSMO, GANÂNCIA E ARROGÂNCIA, E NÃO FIQUEM ACREDITANDO QUE ESTÃO, NO MOMENTO, MANDANDO NO JOGO DO PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO, POIS, APESAR DE ACREDITAREM QUE ESTÃO MANDANDO NO JOGO DO PODER POLÍTICO, ECONÔMICO E FINANCEIRO, ESTÃO SENDO, NA VERDADE, É MANIPULADOS, PARA COMETEREM ERROS, NO PRESENTE, QUE SERÃO, FATAIS, NO FUTURO PRÓXIMO.

89. Se o “agente oculto” são esses ativos, presentes no Sistema Financeiro Internacional, da ordem de 683,7 TRILHÕES (SEISCENTOS E OITENTA E TRÊS TRILHÕES E SETECENTOS BILHÕES DE DÓLARES), quem é que, na verdade, comanda o cassino em que se transformou o Sistema Financeiro Internacional?

90. Qual é o círculo de poder que, na prática, comanda a jogatina? O círculo de poder que, na prática, comanda a jogatina em que se transformou o Sistema Financeiro Internacional, são os governos, do mundo?

91. O círculo de poder que, na prática, comanda a jogatina em que se transformou o Sistema Financeiro Internacional, são os banqueiros internacionais?

92. O círculo de poder que, na prática, comanda a jogatina em que se transformou o Sistema Financeiro Internacional não é nenhuma das organizações citadas anteriormente?

93. Na matéria intitulada “Visão crítica: Revelada a rede capitalista que domina o mundo”, divulgada no link http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=rede-capitalista-domina-mundo&id=010150111022, em 22.10.2011, abaixo reproduzida, e em anexo (“Revelada a rede capitalista que domina o mundo.pdf”), estamos próximos do núcleo do poder econômico mundial, mas esse, ainda, não é o núcleo, central, do poder econômico e político, mundial, pois esse núcleo se esconde por trás das organizações que comandam, dos bastidores. ELES NÃO PODEM SER VISTOS, SENTIDOS E VOCÊ NUNCA OS VERÁ, NA TELEVISÃO, DANDO ENTREVISTAS, E SE GABANDO DA SUA POSIÇÃO SOCIAL E ECONÔMICA COMO OS POLÍTICOS, DO MUNDO, ADORAM FAZER, POIS OS POLÍTICOS, DO MUNDO, NA VERDADE, SÃO, APENAS, MARIONETES EM UM JOGO QUE ELES PENSAM QUE CONTROLAM. O MÁXIMO DA SABEDORIA, MATERIAL, É DOMINAR A SITUAÇÃO E O COMPORTAMENTO DOS HOMENS, MAS DEIXAR QUE OS DOMINADOS PENSEM QUE DOMINAM A SITUAÇÃO, O QUE, A MEU VER, É UM GRANDE DISPERDÍCIO DE ENERGIA E CAPITAL HUMANO QUE PODERIA SER UTILIZADO PARA O ENGRANDECIMENTO DA HUMANIDADE, AO INVÉS DE SER UTILIZADO PARA ENGRANDECER O PATRIMÔNIO DE UNS POUCOS EGOÍSTAS SEM VISÃO CÓSMICA.

Início     Link    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=rede-capitalista-domina-mundo&id=010150111022

Visão crítica: Revelada a rede capitalista que domina o mundo

Da New Scientist – 22/10/2011

IMAGEM ENCONTRA-SE EM ANEXO (“Empresas dominam o mundo.gif”)

Este gráfico mostra as interconexões entre o grupo de 1.318 empresas transnacionais que formam o núcleo da economia mundial. O tamanho de cada ponto representa o tamanho da receita de cada uma.[Imagem: Vitali et al.]

Além das ideologias

Conforme os protestos contra o capitalismo se espalham pelo mundo, os manifestantes vão ganhando novos argumentos.

Uma análise das relações entre 43.000 empresas transnacionais concluiu que um pequeno número delas – sobretudo bancos – tem um poder desproporcionalmente elevado sobre a economia global.

A conclusão é de três pesquisadores da área de sistemas complexos do Instituto Federal de Tecnologia de Lausanne, na Suíça.

Brasil precisa da Engenharia de Sistemas Complexos

Este é o primeiro estudo que vai além das ideologias e identifica empiricamente essa rede de poder global.

“A realidade é complexa demais, nós temos que ir além dos dogmas, sejam eles das teorias da conspiração ou do livre mercado,” afirmou James Glattfelder, um dos autores do trabalho. “Nossa análise é baseada na realidade.”

Rede de controle econômico mundial

A análise usa a mesma matemática empregada há décadas para criar modelos dos sistemas naturais e para a construção de simuladores dos mais diversos tipos.

Agora ela foi usada para estudar dados corporativos disponíveis mundialmente.

O resultado é um mapa que traça a rede de controle entre as grandes empresas transnacionais em nível global.

Estudos anteriores já haviam identificado que algumas poucas empresas controlam grandes porções da economia, mas esses estudos incluíam um número limitado de empresas e não levavam em conta os controles indiretos de propriedade, não podendo, portanto, ser usados para dizer como a rede de controle econômico poderia afetar a economia mundial – tornando-a mais ou menos instável, por exemplo.

O novo estudo pode falar sobre isso com a autoridade de quem analisou uma base de dados com 37 milhões de empresas e investidores.

A análise identificou 43.060 grandes empresas transnacionais e traçou as conexões de controle acionário entre elas, construindo um modelo de poder econômico em escala mundial.

Poder econômico mundial

Refinando ainda mais os dados, o modelo final revelou um núcleo central de 1.318 grandes empresas com laços com duas ou mais outras empresas – na média, cada uma delas tem 20 conexões com outras empresas.

Mais do que isso, embora este núcleo central de poder econômico concentre apenas 20% das receitas globais de venda, as 1.318 empresas em conjunto detêm a maioria das ações das principais empresas do mundo – as chamadas blue chips nos mercados de ações.

Em outras palavras, elas detêm um controle sobre a economia real que atinge 60% de todas as vendas realizadas no mundo todo.

E isso não é tudo.

Super-entidade econômica

Quando os cientistas desfizeram o emaranhado dessa rede de propriedades cruzadas, eles identificaram uma “super-entidade” de 147 empresas intimamente inter-relacionadas que controla 40% da riqueza total daquele primeiro núcleo central de 1.318 empresas.

“Na verdade, menos de 1% das companhias controla 40% da rede inteira,” diz Glattfelder.

E a maioria delas são bancos.

Os pesquisadores afirmam em seu estudo que a concentração de poder em si não é boa e nem ruim, mas essa interconexão pode ser.

Como o mundo viu durante a crise de 2008, essas redes são muito instáveis: basta que um dos nós tenha um problema sério para que o problema se propague automaticamente por toda a rede, levando consigo a economia mundial como um todo.

Eles ponderam, contudo, que essa super-entidade pode não ser o resultado de uma conspiração – 147 empresas seria um número grande demais para sustentar um conluio qualquer.

A questão real, colocam eles, é saber se esse núcleo global de poder econômico pode exercer um poder político centralizado intencionalmente.

Eles suspeitam que as empresas podem até competir entre si no mercado, mas agem em conjunto no interesse comum – e um dos maiores interesses seria resistir a mudanças na própria rede.

As 50 primeiras das 147 empresas transnacionais super conectadas

1. Barclays plc
2. Capital Group Companies Inc
3. FMR Corporation
4. AXA
5. State Street Corporation
6. JP Morgan Chase & Co
7. Legal & General Group plc
8. Vanguard Group Inc
9. UBS AG
10. Merrill Lynch & Co Inc
11. Wellington Management Co LLP
12. Deutsche Bank AG
13. Franklin Resources Inc
14. Credit Suisse Group
15. Walton Enterprises LLC
16. Bank of New York Mellon Corp
17. Natixis
18. Goldman Sachs Group Inc
19. T Rowe Price Group Inc
20. Legg Mason Inc
21. Morgan Stanley
22. Mitsubishi UFJ Financial Group Inc
23. Northern Trust Corporation
24. Société Générale
25. Bank of America Corporation
26. Lloyds TSB Group plc
27. Invesco plc
28. Allianz SE 29. TIAA
29. Old Mutual Public Limited Company
30. Aviva plc
31. Schroders plc
32. Dodge & Cox
33. Lehman Brothers Holdings Inc*
34. Sun Life Financial Inc
35. Standard Life plc
36. CNCE
37. Nomura Holdings Inc
38. The Depository Trust Company
39. Massachusetts Mutual Life Insurance
40. ING Groep NV
41. Brandes Investment Partners LP
42. Unicredito Italiano SPA
43. Deposit Insurance Corporation of Japan
44. Vereniging Aegon
45. BNP Paribas
46. Affiliated Managers Group Inc
47. Resona Holdings Inc
48. Capital Group International Inc
49. China Petrochemical Group Company

Bibliografia:

The network of global corporate control
Stefania Vitali, James B. Glattfelder, Stefano Battiston
arXiv
19 Sep 2011
http://arxiv.org/abs/1107.5728

94. Os donos do jogo são, ao todo, 200 pessoas, vinculadas a cerca de doze ou treze famílias como, por exemplo, a família Rothschild. Como é que essa família, juntamente com outras famílias, conseguiram dominar o mundo, materialmente, sem “aparecerem” como os donos do mundo? Um exemplo serve para esclarecer a origem de todas essas famílias, bem como os métodos que utilizaram para chegarem, merecidamente, aonde chegaram. No link http://pt.wikipedia.org/wiki/Fam%C3%ADlia_Rothschild, temos o seguinte registro (“Familia Rothschild.pdf”):

“A família Rothschild, de origem judia asquenaze alemã e, atualmente, de múltiplas nacionalidades (francesa, alemã, britânica, israelense, etc.) é conhecida, desde oséculo XIV, por suas atividades bancárias e financeiras mas também por numerosas obras e filantrópicas, e a partir do século XIX, por seu apoio ao sionismo.

Os Rothschild participaram dos negócios mais dinâmicos durante a Revolução Industrial,[1] em especial a indústria têxtil, que florescia. As tecelagens mecanizadas da Inglaterra produziam tecidos de qualidade em grande quantidade. Os Rothschilds passaram a negociar também essa mercadoria. O comércio do algodão oriundo da América do Norte para as tecelagens na Grã-Bretanha permitiu que a Casa Rothschild criasse vínculos através do Atlântico, com a florescente economia estadunidense.

Diz-se que fizeram boa parte de sua fortuna no fim das guerras napoleónicas, quando tiveram conhecimento antecipado da vitória da Inglaterra e lançaram um rumor no mercado que Napoleão havia ganho a guerra. Com isto a bolsa caiu quase a zero, e os Rothschild praticamente compraram a economia inteira da Inglaterra. Quando foi dada a verdadeira notícia – a de que a Inglaterra havia vencido a guerra – os Rothschild emergiram como a família mais rica da Europa.[2][3]”.

Título das Matérias Jornalísticas, Em Anexo: Pesquisadores suíços revelam a rede capitalista que domina o mundo, sobretudo bancos, a partir da análise de relações, diretas e indiretas, entre 43.000 empresas transnacionais?. O calote nos EUA e na Europa é inevitável, conforme entrevista do investidor Jim Rogers, ex-sócio de George Soros. Calote grego é inevitável para 92%, diz Bank of America.

A crise, externa, já afeta, diretamente, o Brasil. Vide a matéria, em anexo (“Crise arrasa a producao nacional de ferro-gusa.pdf”), divulgada no link http://clippingmp.planejamento.gov.br/cadastros/noticias/2011/10/20/crise-arrasa-a-producao-nacional-de-ferro-gusa/, no jornal impresso Valor Econômico, em 20.10.2011, conforme o site do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, cujos trechos, devido à sua importância para os interesses nacionais, reproduzimos abaixo:

Produção de ferro-gusa tornou-se um negócio em crise, que arrasta em suas incertezas as 64 usinas de Minas Gerais, o maior produtor do país, com 60% da oferta nacional. Em grande parte elas são dependentes do mercado externo, em especial dos EUA e da Europa. Além disso, o mundo passou a ter excesso de aço, o que enfraqueceu ainda mais a demanda por gusa – o primeiro estágio na transformação do minério de ferro.

Em 2007, antes da crise encolher a indústria, as usinas do Estado empregavam direta e indiretamente 50 mil trabalhadores. Naquele ano, a produção chegou a 5,5 milhões de toneladas. Em 2011, as usinas de Minas empregam menos da metade de trabalhadores do que há quatroanos e deverão fechar o ano produzindo 3,5 milhões de toneladas, segundo estima o Sindicato da Indústria do Ferro no Estado de Minas Gerais (Sindifer).

O faturamento esperado para este ano é de cerca de R$ 4 bilhões, ante os quase R$ 6,5 bilhões de 2007. Cidades que cresceram nas últimas décadas com o impulso da economia guseira se desorganizaram. Sete Lagoas, por exemplo, viu de repente 4 mil trabalhadores na rua.”.

“O Ser Supremo protege os fracos, impede que os fortes exacerbem o mau do seu egoísmo, em prejuízo ainda maior dos fracos e também protege os próprios egoístas do seu próprio egoísmo, pois ama todas as criaturas da mesma maneira.”

http://www.youtube.com/watch?v=9c3zQVcUOrI&NR=1

95. SÓ SEREMOS CAPAZES DE PROTEJER AS EMPRESAS, FAMÍLIAS E INVESTIMENTOS, DO BRASIL E DOS DEMAIS PAÍSES, INTERNAMENTE E EXTERNAMENTE, DIMINUINDO NOSSOS PREJUÍZOS, DIANTE DO COLAPSO DO MODELO CIVILIZATÓRIO ATUAL, CRIADO COM BASE NO EGOÍSMO HUMANO, AGINDO, DE FORMA COLETIVA, ORGANIZADA E COORDENADA, MEDIANTE A UTILIZAÇÃO DA INTELIGÊNCIA ESTRATÉGICA E DA FRATERNIDADE, SOB PROTEÇÃO DO SER SUPREMO.

96. OS ITENS ABAIXO ESTÃO RELACIONADOS A ANÁLISE SOBRE A CRISE DO SISTEMA FINANCEIRO INTERNACIOINAL E A CRISE DA ECONOMIA MUNDIAL.

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 01 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte.html)

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 02 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_23.html

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 03 – EVOLUÇÃO DO ENDIVIDAMENTO DO GOVERNO DOS EUA DE 1962 A 2072 (EM INGLÊS). FONTE: ESCRITÓRIO DE ORÇAMENTO DO CONGRESSO DOS EUA, DIVULGADAS AO PÚBLICO EM JUNHO 2009. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_9190.html)

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 04 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_25.html

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 05 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_4798.html

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 06 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_26.html

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 07 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_27.html

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 08 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO, SIMULTÂNEA, DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS ESSES POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/09/parte-000-revelacao-da-trindade-parte_28.html

Parte 000. Revelação Da Trindade (PARTE 09 – FIM DO PREDOMÍNIO DA MATERIALIDADE). TEMA: “CÂMBIO FLUTUANTE. DÍVIDA EXTERNA. DÍVIDA INTERNA. JUROS, EFETIVOS, TOTAIS. ANÁLISE MACROECONÔMICA (AS TRÊS OPERAÇÕES, COM DÓLAR, REALIZADAS PELO CAPITAL ESPECULATIVO, QUE PROVOCAM VERDADEIRA SANGRIA DE RECURSOS PARA O BRASIL)?. DEMONSTRAÇÃO DE COMO O BRASIL PAGA DUAS TAXAS SELIC, PARA RECEBER US$ 1 BILHÃO, EM CAPITAL ESTRANGEIRO, ESPECULATIVO, QUANDO O BACEN COMPRA, NO PRIMEIRO MOMENTO, DO “INVESTIDOR 02”, REAIS NO MERCADO BRASILEIRO, PARA INTERNALIZAR O US$ 1 BILHÃO DO CAPITAL ESTRANGEIRO, DO “INVESTIDOR 01”, E O “INVESTIDOR 01”, ESTRANGEIRO, APLICA OS REAIS, NO SEGUNDO MOMENTO, EM TÍTULOS PÚBLICOS FEDERAIS. DEMONSTRAÇÃO DE COMO O “INVESTIDOR 01”, ESTRANGEIRO, DONO DO CAPITAL ESPECULATIVO, LEVA RECURSOS, EM DÓLARES, DAS RESERVAS DO BRASIL, QUANDO APLICA SEUS DÓLARES, CONVERTIDOS PARA REAL, EM TÍTULOS PÚBLICOS FEDERAIS, DURANTE O PERÍODO DE QUATRO ANOS, AO CÂMBIO DE R$ 1,80, E, NO FINAL DA APLICAÇÃO, REMETE O SEU CAPITAL INICIAL, MAIS OS JUROS, PARA O EXTERIOR, AO CÂMBIO DE R$ 1,55. DEMONSTRAÇÃO DAS RAZÕES PELAS QUAIS O CÂMBIO FLUTUANTE, NO BRASIL, ESTÁ SUJEITO AO CONTROLE, INFORMAL, DO CAPITAL ESTRANGEIRO. VEJA NA, ANÁLISE ABAIXO, EXEMPLOS NUMÉRICOS DAS TRÊS OPERAÇÕES COM A CAPTAÇÃO EM DÓLAR QUE PROVOCAM VERDADEIRA SANGRIA DE RECURSOS PARA O BRASIL. PARA CAPITAR US$ 1 BILHÃO, DURANTE QUATRO ANOS, O PAÍS ARCA COM CUSTOS DE R$ 2.354.992.276,65 (DOIS BILHÕES, TREZENTOS E CINQUENTA E QUATRO MILHÕES, NOVECENTOS E NOVENTA E DOIS MIL, DUZENTOS E SETENTA E SEIS REAIS E SESSENTA E CINCO CENTAVOS) OU 30,83% SOBRE OS R$ 1.800.000.000,00, RESULTADO DA CONVERSÃO DOS US$ 1.000.000.000,00, AO CÂMBIO DE R$ 1,80, NA DATA DA APLICAÇÃO DOS RECURSOS PELO “INVESTIDOR 01”, ESTRANGEIRO, E CÂMBIO DE R$ 1,55, QUANDO O “INVESTIDOR 01”, ESTRANGEIRO, NO VENCIMENTO DA APLICAÇÃO, ENVIA O CAPITAL INICIAL, MAIS OS JUROS, PARA O EXTERIOR. BRASIL: DÍVIDAS DE R$ 2,351 TRILHÕES DE 2000 A 2009, A TAXA, EFETIVA, DE 25% A.A. COM ESSE BRUTAL ENDIVIDAMENTO, DO PAÍS, AS EMPRESAS, AS FAMÍLIAS E AS ORGANIZAÇÕES, BRASILEIRAS, EM GERAL, SÃO VIÁVEIS NO FUTURO PRÓXIMO? DEMONSTRAÇÃO DA FORMA COMO O BRASIL SE IMPÔS UM PESADO ENCARGO FINANCEIRO, QUE PREJUDICARÁ AS PRESENTES E AS FUTURAS GERAÇÕES, DE BRASILEIROS, A BENEFÍCIO, APENAS, DO CAPITAL ESTRANGEIRO, QUANDO PAGOU A DÍVIDA EXTERNA, EM DÓLARES, A UMA TAXA DE JUROS DE 2,5% A.A., AUMENTANDO A DÍVIDA INTERNA, EM REAIS, A UM CUSTO, EFETIVO, FINAL, DE CERCA DE 36% A.A. ACREDITO QUE A FORÇA DA HUMANIDADE, PARA SUPERAR AS ATUAIS DIFICULDADES, ESTÁ NO COMPARTILHAMENTO DO CONHECIMENTO, QUE É UMA FORMA DE MANIFESTAÇAO DE FRATERNIDADE, POIS SÓ SOMOS FORTES UNIDOS. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-revelacao-da-trindade-parte.html

97.ARQUIVOS PARA DOWNLOAD, CONTENDO CONTEÚDOS DISPONÍVEIS NO CENTRO CIENTÍFICO UNIVERSAL PARA O PROGRESSO DA HUMANIDADE – CONSCIÊNCIA CÓSMICA NO PLANETA TERRA (BLOG: http://rounielo.blogspot.com), ATUALIZADOS ATÉ 02.10.2011. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/arquivos-para-download-contendo.html

98. DOWNLOAD FILES FOR CONTAINING MATERIALS AVAILABLE ON CENTER FOR UNIVERSAL SCIENTIFIC PROGRESS OF HUMANITY – COSMIC CONSCIOUSNESS ON PLANET EARTH (BLOG: http://rounielo.blogspot.com), UPDATED UNTIL 02.10.2011. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/arquivos-para-download-contendo.html

99. O que os banqueiros, empresários e o governo, do Brasil e do resto do mundo, devem perceber é que o calote, ordenado ou desordenado, da Grécia, de Portugal, da Espanha, da Itália etc., não colocou um ponto final no atual processo de ruptura do modelo civilizatório, atual, pois o que estamos, vendo, no momento, é, apenas, o começo e um longo e doloroso processo, universal, pelo qual a humanidade, passará, conforme as matérias abaixo reproduzida, no arquivo, em anexo, intitulado “Tabela de temas analisados.doc” que podem ser consultas, para maior detalhamento, no link abaixo:

999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999

Versão em Português
Portuguese Version
http://www.megaupload.com/?d=WKM0OUXQ
2,56 MB
Versão em Inglês
English version
http://www.megaupload.com/?d=F9MEGQUV
2,64 MB

999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999999

Parte 0 (Tomo 21). Revelação da Trindade. Análise (Download). “O EXCESSO DE LIQUIDEZ, NO MUNDO, COMO FATOR OCULTO DE VALORIZAÇÃO SIMULTÂNEA DE VÁRIOS ATIVOS, NO MUNDO, E QUEDA DO DÓLAR, NO MUNDO, E RISCOS ÀS INDÚSTRIAS E AO AGRONEGÓCIO, DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO, RISCOS POTENCIALIZADOS PELO CRESCIMENTO ECONÔMICO DESENFREADO E INCONSEQÜENTE, EM PREJUÍZO DA NATUREZA E DA ESTABILIDADE SOCIAL DE TODOS OS PAÍSES, DO MUNDO”. (Link http://rounielo.blogspot.com/2011/05/parte-0-tomo-21-revelacao-da-trindade.html).

O Ego Humano como Manifestação do Anti-Cristo 6 (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-ego-humano-como-manifestacao-do-anti_1134.html)

O Ego Humano como Manifestação do Anti-Cristo 5 (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-ego-humano-como-manifestacao-do-anti_4712.html)

O Ego Humano como Manifestação do Anti-Cristo 4 (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-ego-humano-como-manifestacao-do-anti_1988.html

O Ego Humano como Manifestação do Anti-Cristo 3 (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-ego-humano-como-manifestacao-do-anti_290.html)

O Ego Humano como Manifestação do Anti-Cristo 2 (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-ego-humano-como-manifestacao-do-anti_26.html)

O Ego Humano como Manifestação do Anti-Cristo (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-ego-humano-como-manifestacao-do-anti.html)

O Egoísmo Humano é o Fator de Sofrimento da Humanidade (Link http://rounielo.blogspot.com/2010/09/o-egoismo-humano-e-o-fator-de.html)

Part 0 (Volume 22). Revelation of the Trinity. Analysis (Download). “EXCESS LIQUIDITY IN THE WORLD AS A FACTOR HIDDEN SIMULTANEOUS RECOVERY OF VARIOUS ASSETS IN THE WORLD AND FALL OF THE DOLLAR IN THE WORLD AND THE RISKS AND THE AGRIBUSINESS INDUSTRY FROM ALL COUNTRIES OF THE WORLD, THESE RISKS POWERED BY BREAKNECK ECONOMIC GROWTH IS INCONCLUSIVE, IN LOSS OF NATURE AND SOCIAL STABILITY IN ALL COUNTRIES OF THE WORLD.” (Link http://rounielo.blogspot.com/2011/05/part-0-volume-22-revelation-of-trinity.html).

100. Análise: Câmbio Flutuante. Dívida Externa. Dívida Interna. Juros, Efetivos, Totais. Demonstração de Como o Brasil Paga Duas Taxas Selic, Para Internalizar Recursos, Em Dólares, De Um Único Investidor, Estrangeiro e/ou Brasileiro, Que Deseje Aplicar Recursos, Financeiros, Em Títulos Públicos Federais. Demonstração de Como o Investidor, Que Traz Recursos Em Dólares, Para o Brasil, Desfalca As Reservas Cambiais do País, Internalizando Seus Recursos, Em Dólares ao Câmbio “X” e Enviando Seus Recursos, No Vencimento da Aplicação, Ao Câmbio “Y”, Menor Do que o Câmbio “X”. Demonstração de Como o Brasil Pagou 36% a.a. De Taxa Efetiva, Final, Como Resultado Do Pagamento de Duas Taxas Selic e do Ganho, Adicional, do Investidor, Que Trouxe Dólares Para o Brasil e, Depois, Enviou Seus Recursos Para Sua Pátria Natal, No Vencimento Da Aplicação Em Títulos Públicos Federais, Com o Real Se Valorizando Frente ao Dólar. Análise Macroeconômica (As Três Operações, Com Dólar, Realizadas Pelo Capital Especulativo, Que Provocam Verdadeira Sangria De Recursos Para o Brasil). Cálculo dos Custos, Financeiros, Dos Desvios de Recursos Públicos, No Brasil, Ao Longo do Tempo, Conforme a Planilha, Intitulada “Juros pagos pelo Brasil a investidores.xls”, Que Pode Ser Baixada Pelo Link http://www.megaupload.com/?d=FHBC7JS0 (64,5 KB) e a Importância, Para o Futuro Das Famílias, Brasileiras, e Dos Nossos Filhos e Netos, Do Combate a Esses Desvios.

101. As análises, acima, corroboram o cenário traçado pelo Banco Central. O Banco Central, a meu ver, age acertadamente. O BACEN, a meu ver, também, age, corretamente, ao controlar a política do câmbio, e não o câmbio, em si, e a política de taxa de juros, e não a taxa de juros, em si, por intermédio do Estado, de acordo com orientações de políticas públicas, do Estado Brasileiro, emanadas, da Presidência da República. Os mercados, a meu ver, podem e devem aceitar, as mudanças que, doravante, são inexoráveis, pois o “sonho” do lucro fácil, mediante margens de lucro, crescentes, baseadas, em grande parte, em ganhos com taxas de juros, elevadas e crescentes, à custa da sociedade, da economia e das famílias, brasileiras, acabou.

777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777

DOWNLOAD DESTA ANÁLISE ESTÁ DISPONÍVEL NO LINK http://www.megaupload.com/?d=FPSTEZ2P, Nome do Arquivo “Cambio flutuante. 15.10.2011.doc”, 432 KB.

777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777777

102. Em 1835, o sábio pai fundador dos EUA, Thomas Jefferson, ao extinguir o primeiro Banco Central dos EUA, recriado 78 anos depois com o nome de FED (banco central americano, privado, de propriedade de alguns grandes e poderosos banqueiros internacionais, não subordinado ao Congresso dos EUA, que emite dólares em contrapartida de títulos do Tesouro Americano e que, por essas emissões de dólares recebe juros pagos pelos contribuintes americanos), disse:

“SE O POVO AMERICANO ALGUMA VEZ PERMITIR AOS BANCOS PRIVADOS QUE CONTROLEM A EMISSÃO DO SEU DINHEIRO, PRIMEIRO PELA INFLAÇÃO E DEPOIS PELA DEFLAÇÃO, OS BANCOS E CORPORAÇÕES QUE CRESCERÃO EM TORNOS DELES (EM TORNO DOS BANCOS) PRIVARÃO O POVO DA SUA PROPRIEDADE ATÉ QUE OS SEUS FILHOS ACORDEM SEM LAR NO CONTINENTE QUE OS SEUS PAIS CONQUISTARAM”.

103. PARA TER ACESSO AOS OUTROS ITENS RELACIONADOS A MATÉRIAS, CIENTÍFICAS, CLIQUE NOS LINK´S CITADOS ABAIXO:

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 01. Link

http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-01-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 01. REVELAÇÃO DA TRINDADE. O APROFUNDAMENTO DO CONCEITO SOBRE O QUE É O ADIMENSIONAL E O ESCARAVELHO SAGRADO. A REVISÃO, COM BASE NOS NOVOS CONCEITOS SOBRE O ADIMENSIONAL, EXPLANADOS NESTA ANÁLISE: 1. DA ANÁLISE DIMENSIONAL; 2. DA EQUAÇÃO DIMENSIONAL; 3. DO NÚMERO ADIMENSIONAL; 4. DA LISTA DE NÚMEROS ADIMENSIONAIS; 5. DA CONSTANTE FUNDAMENTAL; 6. NOVA TEORIA QÜÂNTICA. 6. REPOSICIONAMENTO, DIVINO, DA TRIGONOMETRIA, DA GEOMETRIA, DO CÁLCULO INTEGRAL, DO CÁLCULO DIFERENCIAL, DO CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO, DO CÁLCULO DA PROPORÇÃO NUMÉRICA ORIGINADA DA RELAÇÃO ENTRE AS GRANDEZAS DO PERÍMETRO DE UMA CIRCUNFERÊNCIA E SEU DIÂMETRO (PI), DA ÁLGEBRA, DOS CAMPOS VETORIAIS, DO MAGNETISMO, DO ELETRO-MAGMETISMO, DA ELETRICIDADE, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ÁTOMOS, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ELÉTRONS, DAS DIVERGÊNCIAS ROTACIONAIS, DAS DERIVADAS PARCIAIS, DAS DERIVADAS DIRECIONAIS, DOS LOGARÍTMOS, DAS DERIVADAS TRIGONOMÉTRICAS, DAS DERIVADAS DE UM POLINÔMIO, DA DERIVADA DE UM MONÔMIO, DOS LIMITES COM INDETERMINAÇÃO, DA TEORIA DO INFINITO, DO ESPAÇO E DO TEMPO, DAS INTEGRAIS DE LINHA, DAS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS DERIVADAS DE FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS TEMPERATURAS E DERIVADAS PARCIAIS, DOS VETORES GRADIENTES, DAS DERIVADAS IMPLÍCITAS, DAS CURVAS DE NÍVEIS, DOS GRÁFICOS DE FUNÇÕES, DO TEOREMA DE PITÁGORAS, DO CÁLCULO DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO, DA ALTITUDE DE UM TRIÂNGULO, DA GEOMETRIA DOS CÍRCULOS, DO CÁLCULO DE VOLUMES, DOS FRACTAIS, DAS REDES NEURAIS, DO MOVIMENTO DOS FÓTONS, DO MOVIMENTO DA LUZ, NO ESPAÇO HORIZONTAL E NO ESPAÇO VERTICAL, DOS CROP CIRCLES, DOS MÁXIMOS E MÍNIMOS, DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS, DAS VARIÁVEIS COMPLEXAS, DAS SEQÜÊNCIAS DE FIBONACCI, DO NÚMERO DE OURO E SEGMENTO ÁUREO, DA RETA TANGENTE A UMA CURVA NO PLANO, A DERIVADA DO PONTO DE VISTA GEOMÉTRICO, DERIVADA DE UMA FUNÇÃO REAL, DA RETA NORMAL AO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO, DIFERENCIAL DE UMA FUNÇÃO F, DAS APLICAÇÕES DA DIFERENCIAL A CÁLCULOS APROXIMADOS, DAS DERIVADAS LATERAIS, DA FUNÇÃO MODULAR, DA DIFERENCIABILIDADE E DA CONTINUIDADE, DAS DERIVADAS DE ALGUMAS FUNÇÕES; 7. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORCAS NOOSFÉRICAS, MEDIANTE A APLICAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA OU LÓGICA TRANSCENDENTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-01-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 02. Link  http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-02-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 02. REVELAÇÃO DA TRINDADE. O APROFUNDAMENTO DO CONCEITO SOBRE O QUE É O ADIMENSIONAL E O ESCARAVELHO SAGRADO. A REVISÃO, COM BASE NOS NOVOS CONCEITOS SOBRE O ADIMENSIONAL, EXPLANADOS NESTA ANÁLISE: 1. DA ANÁLISE DIMENSIONAL; 2. DA EQUAÇÃO DIMENSIONAL; 3. DO NÚMERO ADIMENSIONAL; 4. DA LISTA DE NÚMEROS ADIMENSIONAIS; 5. DA CONSTANTE FUNDAMENTAL; 6. NOVA TEORIA QÜÂNTICA. 6. REPOSICIONAMENTO, DIVINO, DA TRIGONOMETRIA, DA GEOMETRIA, DO CÁLCULO INTEGRAL, DO CÁLCULO DIFERENCIAL, DO CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO, DO CÁLCULO DA PROPORÇÃO NUMÉRICA ORIGINADA DA RELAÇÃO ENTRE AS GRANDEZAS DO PERÍMETRO DE UMA CIRCUNFERÊNCIA E SEU DIÂMETRO (PI), DA ÁLGEBRA, DOS CAMPOS VETORIAIS, DO MAGNETISMO, DO ELETRO-MAGMETISMO, DA ELETRICIDADE, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ÁTOMOS, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ELÉTRONS, DAS DIVERGÊNCIAS ROTACIONAIS, DAS DERIVADAS PARCIAIS, DAS DERIVADAS DIRECIONAIS, DOS LOGARÍTMOS, DAS DERIVADAS TRIGONOMÉTRICAS, DAS DERIVADAS DE UM POLINÔMIO, DA DERIVADA DE UM MONÔMIO, DOS LIMITES COM INDETERMINAÇÃO, DA TEORIA DO INFINITO, DO ESPAÇO E DO TEMPO, DAS INTEGRAIS DE LINHA, DAS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS DERIVADAS DE FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS TEMPERATURAS E DERIVADAS PARCIAIS, DOS VETORES GRADIENTES, DAS DERIVADAS IMPLÍCITAS, DAS CURVAS DE NÍVEIS, DOS GRÁFICOS DE FUNÇÕES, DO TEOREMA DE PITÁGORAS, DO CÁLCULO DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO, DA ALTITUDE DE UM TRIÂNGULO, DA GEOMETRIA DOS CÍRCULOS, DO CÁLCULO DE VOLUMES, DOS FRACTAIS, DAS REDES NEURAIS, DO MOVIMENTO DOS FÓTONS, DO MOVIMENTO DA LUZ, NO ESPAÇO HORIZONTAL E NO ESPAÇO VERTICAL, DOS CROP CIRCLES, DOS MÁXIMOS E MÍNIMOS, DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS, DAS VARIÁVEIS COMPLEXAS, DAS SEQÜÊNCIAS DE FIBONACCI, DO NÚMERO DE OURO E SEGMENTO ÁUREO, DA RETA TANGENTE A UMA CURVA NO PLANO, A DERIVADA DO PONTO DE VISTA GEOMÉTRICO, DERIVADA DE UMA FUNÇÃO REAL, DA RETA NORMAL AO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO, DIFERENCIAL DE UMA FUNÇÃO F, DAS APLICAÇÕES DA DIFERENCIAL A CÁLCULOS APROXIMADOS, DAS DERIVADAS LATERAIS, DA FUNÇÃO MODULAR, DA DIFERENCIABILIDADE E DA CONTINUIDADE, DAS DERIVADAS DE ALGUMAS FUNÇÕES; 7. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORCAS NOOSFÉRICAS, MEDIANTE A APLICAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA OU LÓGICA TRANSCENDENTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-02-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 03. Link    http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-03-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 03. REVELAÇÃO DA TRINDADE. O APROFUNDAMENTO DO CONCEITO SOBRE O QUE É O ADIMENSIONAL E O ESCARAVELHO SAGRADO. A REVISÃO, COM BASE NOS NOVOS CONCEITOS SOBRE O ADIMENSIONAL, EXPLANADOS NESTA ANÁLISE: 1. DA ANÁLISE DIMENSIONAL; 2. DA EQUAÇÃO DIMENSIONAL; 3. DO NÚMERO ADIMENSIONAL; 4. DA LISTA DE NÚMEROS ADIMENSIONAIS; 5. DA CONSTANTE FUNDAMENTAL; 6. NOVA TEORIA QÜÂNTICA. 6. REPOSICIONAMENTO, DIVINO, DA TRIGONOMETRIA, DA GEOMETRIA, DO CÁLCULO INTEGRAL, DO CÁLCULO DIFERENCIAL, DO CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO, DO CÁLCULO DA PROPORÇÃO NUMÉRICA ORIGINADA DA RELAÇÃO ENTRE AS GRANDEZAS DO PERÍMETRO DE UMA CIRCUNFERÊNCIA E SEU DIÂMETRO (PI), DA ÁLGEBRA, DOS CAMPOS VETORIAIS, DO MAGNETISMO, DO ELETRO-MAGMETISMO, DA ELETRICIDADE, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ÁTOMOS, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ELÉTRONS, DAS DIVERGÊNCIAS ROTACIONAIS, DAS DERIVADAS PARCIAIS, DAS DERIVADAS DIRECIONAIS, DOS LOGARÍTMOS, DAS DERIVADAS TRIGONOMÉTRICAS, DAS DERIVADAS DE UM POLINÔMIO, DA DERIVADA DE UM MONÔMIO, DOS LIMITES COM INDETERMINAÇÃO, DA TEORIA DO INFINITO, DO ESPAÇO E DO TEMPO, DAS INTEGRAIS DE LINHA, DAS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS DERIVADAS DE FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS TEMPERATURAS E DERIVADAS PARCIAIS, DOS VETORES GRADIENTES, DAS DERIVADAS IMPLÍCITAS, DAS CURVAS DE NÍVEIS, DOS GRÁFICOS DE FUNÇÕES, DO TEOREMA DE PITÁGORAS, DO CÁLCULO DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO, DA ALTITUDE DE UM TRIÂNGULO, DA GEOMETRIA DOS CÍRCULOS, DO CÁLCULO DE VOLUMES, DOS FRACTAIS, DAS REDES NEURAIS, DO MOVIMENTO DOS FÓTONS, DO MOVIMENTO DA LUZ, NO ESPAÇO HORIZONTAL E NO ESPAÇO VERTICAL, DOS CROP CIRCLES, DOS MÁXIMOS E MÍNIMOS, DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS, DAS VARIÁVEIS COMPLEXAS, DAS SEQÜÊNCIAS DE FIBONACCI, DO NÚMERO DE OURO E SEGMENTO ÁUREO, DA RETA TANGENTE A UMA CURVA NO PLANO, A DERIVADA DO PONTO DE VISTA GEOMÉTRICO, DERIVADA DE UMA FUNÇÃO REAL, DA RETA NORMAL AO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO, DIFERENCIAL DE UMA FUNÇÃO F, DAS APLICAÇÕES DA DIFERENCIAL A CÁLCULOS APROXIMADOS, DAS DERIVADAS LATERAIS, DA FUNÇÃO MODULAR, DA DIFERENCIABILIDADE E DA CONTINUIDADE, DAS DERIVADAS DE ALGUMAS FUNÇÕES; 7. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORCAS NOOSFÉRICAS, MEDIANTE A APLICAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA OU LÓGICA TRANSCENDENTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-03-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 04. Link   http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-04-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 04. REVELAÇÃO DA TRINDADE. O APROFUNDAMENTO DO CONCEITO SOBRE O QUE É O ADIMENSIONAL E O ESCARAVELHO SAGRADO. A REVISÃO, COM BASE NOS NOVOS CONCEITOS SOBRE O ADIMENSIONAL, EXPLANADOS NESTA ANÁLISE: 1. DA ANÁLISE DIMENSIONAL; 2. DA EQUAÇÃO DIMENSIONAL; 3. DO NÚMERO ADIMENSIONAL; 4. DA LISTA DE NÚMEROS ADIMENSIONAIS; 5. DA CONSTANTE FUNDAMENTAL; 6. NOVA TEORIA QÜÂNTICA. 6. REPOSICIONAMENTO, DIVINO, DA TRIGONOMETRIA, DA GEOMETRIA, DO CÁLCULO INTEGRAL, DO CÁLCULO DIFERENCIAL, DO CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO, DO CÁLCULO DA PROPORÇÃO NUMÉRICA ORIGINADA DA RELAÇÃO ENTRE AS GRANDEZAS DO PERÍMETRO DE UMA CIRCUNFERÊNCIA E SEU DIÂMETRO (PI), DA ÁLGEBRA, DOS CAMPOS VETORIAIS, DO MAGNETISMO, DO ELETRO-MAGMETISMO, DA ELETRICIDADE, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ÁTOMOS, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ELÉTRONS, DAS DIVERGÊNCIAS ROTACIONAIS, DAS DERIVADAS PARCIAIS, DAS DERIVADAS DIRECIONAIS, DOS LOGARÍTMOS, DAS DERIVADAS TRIGONOMÉTRICAS, DAS DERIVADAS DE UM POLINÔMIO, DA DERIVADA DE UM MONÔMIO, DOS LIMITES COM INDETERMINAÇÃO, DA TEORIA DO INFINITO, DO ESPAÇO E DO TEMPO, DAS INTEGRAIS DE LINHA, DAS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS DERIVADAS DE FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS TEMPERATURAS E DERIVADAS PARCIAIS, DOS VETORES GRADIENTES, DAS DERIVADAS IMPLÍCITAS, DAS CURVAS DE NÍVEIS, DOS GRÁFICOS DE FUNÇÕES, DO TEOREMA DE PITÁGORAS, DO CÁLCULO DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO, DA ALTITUDE DE UM TRIÂNGULO, DA GEOMETRIA DOS CÍRCULOS, DO CÁLCULO DE VOLUMES, DOS FRACTAIS, DAS REDES NEURAIS, DO MOVIMENTO DOS FÓTONS, DO MOVIMENTO DA LUZ, NO ESPAÇO HORIZONTAL E NO ESPAÇO VERTICAL, DOS CROP CIRCLES, DOS MÁXIMOS E MÍNIMOS, DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS, DAS VARIÁVEIS COMPLEXAS, DAS SEQÜÊNCIAS DE FIBONACCI, DO NÚMERO DE OURO E SEGMENTO ÁUREO, DA RETA TANGENTE A UMA CURVA NO PLANO, A DERIVADA DO PONTO DE VISTA GEOMÉTRICO, DERIVADA DE UMA FUNÇÃO REAL, DA RETA NORMAL AO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO, DIFERENCIAL DE UMA FUNÇÃO F, DAS APLICAÇÕES DA DIFERENCIAL A CÁLCULOS APROXIMADOS, DAS DERIVADAS LATERAIS, DA FUNÇÃO MODULAR, DA DIFERENCIABILIDADE E DA CONTINUIDADE, DAS DERIVADAS DE ALGUMAS FUNÇÕES; 7. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORCAS NOOSFÉRICAS, MEDIANTE A APLICAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA OU LÓGICA TRANSCENDENTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-04-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 05. Link    http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-05-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 05. REVELAÇÃO DA TRINDADE. O APROFUNDAMENTO DO CONCEITO SOBRE O QUE É O ADIMENSIONAL E O ESCARAVELHO SAGRADO. A REVISÃO, COM BASE NOS NOVOS CONCEITOS SOBRE O ADIMENSIONAL, EXPLANADOS NESTA ANÁLISE: 1. DA ANÁLISE DIMENSIONAL; 2. DA EQUAÇÃO DIMENSIONAL; 3. DO NÚMERO ADIMENSIONAL; 4. DA LISTA DE NÚMEROS ADIMENSIONAIS; 5. DA CONSTANTE FUNDAMENTAL; 6. NOVA TEORIA QÜÂNTICA. 6. REPOSICIONAMENTO, DIVINO, DA TRIGONOMETRIA, DA GEOMETRIA, DO CÁLCULO INTEGRAL, DO CÁLCULO DIFERENCIAL, DO CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO, DO CÁLCULO DA PROPORÇÃO NUMÉRICA ORIGINADA DA RELAÇÃO ENTRE AS GRANDEZAS DO PERÍMETRO DE UMA CIRCUNFERÊNCIA E SEU DIÂMETRO (PI), DA ÁLGEBRA, DOS CAMPOS VETORIAIS, DO MAGNETISMO, DO ELETRO-MAGMETISMO, DA ELETRICIDADE, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ÁTOMOS, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ELÉTRONS, DAS DIVERGÊNCIAS ROTACIONAIS, DAS DERIVADAS PARCIAIS, DAS DERIVADAS DIRECIONAIS, DOS LOGARÍTMOS, DAS DERIVADAS TRIGONOMÉTRICAS, DAS DERIVADAS DE UM POLINÔMIO, DA DERIVADA DE UM MONÔMIO, DOS LIMITES COM INDETERMINAÇÃO, DA TEORIA DO INFINITO, DO ESPAÇO E DO TEMPO, DAS INTEGRAIS DE LINHA, DAS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS DERIVADAS DE FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS TEMPERATURAS E DERIVADAS PARCIAIS, DOS VETORES GRADIENTES, DAS DERIVADAS IMPLÍCITAS, DAS CURVAS DE NÍVEIS, DOS GRÁFICOS DE FUNÇÕES, DO TEOREMA DE PITÁGORAS, DO CÁLCULO DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO, DA ALTITUDE DE UM TRIÂNGULO, DA GEOMETRIA DOS CÍRCULOS, DO CÁLCULO DE VOLUMES, DOS FRACTAIS, DAS REDES NEURAIS, DO MOVIMENTO DOS FÓTONS, DO MOVIMENTO DA LUZ, NO ESPAÇO HORIZONTAL E NO ESPAÇO VERTICAL, DOS CROP CIRCLES, DOS MÁXIMOS E MÍNIMOS, DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS, DAS VARIÁVEIS COMPLEXAS, DAS SEQÜÊNCIAS DE FIBONACCI, DO NÚMERO DE OURO E SEGMENTO ÁUREO, DA RETA TANGENTE A UMA CURVA NO PLANO, A DERIVADA DO PONTO DE VISTA GEOMÉTRICO, DERIVADA DE UMA FUNÇÃO REAL, DA RETA NORMAL AO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO, DIFERENCIAL DE UMA FUNÇÃO F, DAS APLICAÇÕES DA DIFERENCIAL A CÁLCULOS APROXIMADOS, DAS DERIVADAS LATERAIS, DA FUNÇÃO MODULAR, DA DIFERENCIABILIDADE E DA CONTINUIDADE, DAS DERIVADAS DE ALGUMAS FUNÇÕES; 7. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORCAS NOOSFÉRICAS, MEDIANTE A APLICAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA OU LÓGICA TRANSCENDENTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-05-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 06. Link    http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-06-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 06. REVELAÇÃO DA TRINDADE. O APROFUNDAMENTO DO CONCEITO SOBRE O QUE É O ADIMENSIONAL E O ESCARAVELHO SAGRADO. A REVISÃO, COM BASE NOS NOVOS CONCEITOS SOBRE O ADIMENSIONAL, EXPLANADOS NESTA ANÁLISE: 1. DA ANÁLISE DIMENSIONAL; 2. DA EQUAÇÃO DIMENSIONAL; 3. DO NÚMERO ADIMENSIONAL; 4. DA LISTA DE NÚMEROS ADIMENSIONAIS; 5. DA CONSTANTE FUNDAMENTAL; 6. NOVA TEORIA QÜÂNTICA. 6. REPOSICIONAMENTO, DIVINO, DA TRIGONOMETRIA, DA GEOMETRIA, DO CÁLCULO INTEGRAL, DO CÁLCULO DIFERENCIAL, DO CÁLCULO ESTEQUIOMÉTRICO, DO CÁLCULO DA PROPORÇÃO NUMÉRICA ORIGINADA DA RELAÇÃO ENTRE AS GRANDEZAS DO PERÍMETRO DE UMA CIRCUNFERÊNCIA E SEU DIÂMETRO (PI), DA ÁLGEBRA, DOS CAMPOS VETORIAIS, DO MAGNETISMO, DO ELETRO-MAGMETISMO, DA ELETRICIDADE, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ÁTOMOS, DO MOVIMENTO ROTACIONAL DOS ELÉTRONS, DAS DIVERGÊNCIAS ROTACIONAIS, DAS DERIVADAS PARCIAIS, DAS DERIVADAS DIRECIONAIS, DOS LOGARÍTMOS, DAS DERIVADAS TRIGONOMÉTRICAS, DAS DERIVADAS DE UM POLINÔMIO, DA DERIVADA DE UM MONÔMIO, DOS LIMITES COM INDETERMINAÇÃO, DA TEORIA DO INFINITO, DO ESPAÇO E DO TEMPO, DAS INTEGRAIS DE LINHA, DAS FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS DERIVADAS DE FUNÇÕES DE VÁRIAS VARIÁVEIS, DAS TEMPERATURAS E DERIVADAS PARCIAIS, DOS VETORES GRADIENTES, DAS DERIVADAS IMPLÍCITAS, DAS CURVAS DE NÍVEIS, DOS GRÁFICOS DE FUNÇÕES, DO TEOREMA DE PITÁGORAS, DO CÁLCULO DA ÁREA DE UM TRIÂNGULO, DA ALTITUDE DE UM TRIÂNGULO, DA GEOMETRIA DOS CÍRCULOS, DO CÁLCULO DE VOLUMES, DOS FRACTAIS, DAS REDES NEURAIS, DO MOVIMENTO DOS FÓTONS, DO MOVIMENTO DA LUZ, NO ESPAÇO HORIZONTAL E NO ESPAÇO VERTICAL, DOS CROP CIRCLES, DOS MÁXIMOS E MÍNIMOS, DAS EQUAÇÕES DIFERENCIAIS ORDINÁRIAS, DAS VARIÁVEIS COMPLEXAS, DAS SEQÜÊNCIAS DE FIBONACCI, DO NÚMERO DE OURO E SEGMENTO ÁUREO, DA RETA TANGENTE A UMA CURVA NO PLANO, A DERIVADA DO PONTO DE VISTA GEOMÉTRICO, DERIVADA DE UMA FUNÇÃO REAL, DA RETA NORMAL AO GRÁFICO DE UMA FUNÇÃO, DIFERENCIAL DE UMA FUNÇÃO F, DAS APLICAÇÕES DA DIFERENCIAL A CÁLCULOS APROXIMADOS, DAS DERIVADAS LATERAIS, DA FUNÇÃO MODULAR, DA DIFERENCIABILIDADE E DA CONTINUIDADE, DAS DERIVADAS DE ALGUMAS FUNÇÕES; 7. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORCAS NOOSFÉRICAS, MEDIANTE A APLICAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA OU LÓGICA TRANSCENDENTAL.Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-06-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 07

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 07. REVELAÇÃO DA TRINDADE. A NOVA TEORIA DO INFINITO. O PROCESSO DE FORMAÇÃO E DE FUNCIONAMENTO DAS FORÇAS DA NOOSFÉRA. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-07-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 08

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 08. REVELAÇÃO DA TRINDADE. NÚMERO TRANSFINITO. ALEF ZERO. ALEF UM. POTÊNCIA DO CONTÍNUO. OPERAÇÕES COM CARDINAIS TRANSFINITOS. CARDINALIDADE DO CONTÍNUO. OPERAÇÕES COM CARDINAIS TRANSFINITOS. NÚMERO BETH. TEORIA DOS CONJUNTOS. MAIOR CARDINAL. INFINITO. INFINITESIMAL. FINITO. ZERO. INFINITO ABSOLUTO. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-08-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 09. Link   http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-09-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 09. REVELAÇÃO DA TRINDADE. DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO QUADRUPOLO FLUÍDICO (“A COISA). REGRAS DE FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS. DEMONSTRAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DE CARGAS ELÉTRICAS, DE ACORDO COM AS REGRAS DE FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS. REGRAS DE TRANSCENDÊNCIA DE CARGAS ELÉTRICAS. DEMONSTRAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA DE CARGAS ELÉTRICAS. A FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS DO ESPAÇO VERTICAL INFERIOR PARA O ESPAÇO VERTICAL SUPERIOR (TRANSCENDÊNCIA VERTICAL ASCENDENTE). A FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS DO ESPAÇO VERTICAL SUPERIOR (TRANSCENDÊNCIA VERTICAL DESCENDENTE) PARA O ESPAÇO VERTICAL INFERIOR. A FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS ESTACIONÁRIAS. A FORMAÇÃO DAS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS SEM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO. A FORMAÇÃO DAS CARGAS ELÉTRICAS DE ATÓMOS COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO. AS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS, COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO, EM TRAJETÓRIA ASCENDENTE. AS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS, COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO, EM TRAJETÓRIA DESCENDENTE. AS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS, COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO, EM TRAJETÓRIA HORIZONTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-09-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 10. Link  http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-10-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 10. REVELAÇÃO DA TRINDADE. DESCRIÇÃO DO FUNCIONAMENTO DO QUADRUPOLO FLUÍDICO (“A COISA). REGRAS DE FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS. DEMONSTRAÇÃO DO FUNCIONAMENTO DE CARGAS ELÉTRICAS, DE ACORDO COM AS REGRAS DE FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS. REGRAS DE TRANSCENDÊNCIA DE CARGAS ELÉTRICAS. DEMONSTRAÇÃO DA TRANSCENDÊNCIA DE CARGAS ELÉTRICAS. A FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS DO ESPAÇO VERTICAL INFERIOR PARA O ESPAÇO VERTICAL SUPERIOR (TRANSCENDÊNCIA VERTICAL ASCENDENTE). A FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS DO ESPAÇO VERTICAL SUPERIOR (TRANSCENDÊNCIA VERTICAL DESCENDENTE) PARA O ESPAÇO VERTICAL INFERIOR. A FORMAÇÃO DE CARGAS ELÉTRICAS ESTACIONÁRIAS. A FORMAÇÃO DAS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS SEM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO. A FORMAÇÃO DAS CARGAS ELÉTRICAS DE ATÓMOS COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO. AS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS, COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO, EM TRAJETÓRIA ASCENDENTE. AS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS, COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO, EM TRAJETÓRIA DESCENDENTE. AS CARGAS ELÉTRICAS DE ÁTOMOS, COM ELÉTRONS GIRANDO EM TORNO DO NÚCLEO, EM TRAJETÓRIA HORIZONTAL. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-10-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 11. Link   http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-11-revelacao_12.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 11. REVELAÇÃO DA TRINDADE. A INCORPORAÇÃO DA METAFÍSICA NA INVESTIGAÇÃO CIENTÍFICA.

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 12. Link  http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-12-revelacao_15.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 12. REVELAÇÃO DA TRINDADE. DEMONSTRAÇÃO, MATEMÁTICA, DA FORMA COMO OS INFINITOS BURACOS NEGROS SÃO FORMADOS E COMO OS BURACOS NEGROS INTERAGEM ENTRE SI, PARA CRIAÇÃO DA EXISTÊNCIA MATERIAL, VISÍVEL E INVISÍVEL.

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 13. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-13-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 13. REVELAÇÃO DA TRINDADE. A esfera encontrada, junto com muitos outros objetos, em um depósito mineral Pré-cambriano, datado em 2.8 bilhões de anos. O verdadeiro tempo bíblico. No Gênesis, da Bíblia, consta que a criação do mundo ou do nosso Universo ocorreu em sete dias. Pelas leis de evolução universal, cada dia equivale a 311.040.000.000.000 (Trezentos e onze trilhões e quarenta bilhões de anos humanos) e, dessa forma, o processo de formação do nosso universo se completará em 2.177.280.000.000.000 de anos humanos. O Super-Universo Número 07, a que pertence o Planeta Terra, considerando que a formação de um universo dura 2.177.280.000.000.000 de anos humanos, e que há 100.000 universos, em formação, no Super-Universo Número 07, demorará, o Super-Universo Número 07, 217.728.000.000.000.000.000 de anos humanos para completar sua formação. No Grande Sistema, que gira em torno do Universo dos Universos ou Universo Central (Único Universo, Imóvel, no Grande Sistema), há Sete-Super Universos (Super-Universo Número 01, Super-Universo Número 02, Super-Universo Número 03, Super-Universo Número 04, Super-Universo Número 05, Super-Universo Número 06 e Super-Universo Número 07). Se cada Super-Universo demora 217.728.000.000.000.000.000 de anos humanos, para completar sua formação, então, o Grande Sistema, que engloba o Super-Universo Número 01, o Super-Universo Número 02, o Super-Universo Número 03, o Super-Universo Número 04, o Super-Universo Número 05, o Super-Universo Número 06 e o Super-Universo Número 07, completará sua formação em 1.524.096.000.000.000.000.000 de anos humanos. Na nossa galáxia existem 70.000.000 (SETENTA MILHÕES) de galáxias e 700.00 (SETECENTOS MIL UNIVERSOS), PERFAZENDO O TOTAL DE 7.000.000.000.000 (SETE TRILHÕES) DE MUNDOS HABITÁVEIS, conforme tabela abaixo, extraída do DOCUMENTO 15 – OS SETE SUPERUNIVERSOS, página 167 do “O Livro de Urântia”. Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-13-revelacao.html

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 14

PARTE 000 (VOLUME 000.). ITEM 14. REVELAÇÃO DA TRINDADE. A FORMA CONCRETA FOI CONSTRUÍDA PELO SER SUPREMO COM BASE NA FIGURA GEOMÉTRICA DO DODECAEDRO.  Link http://rounielo.blogspot.com/2011/10/parte-000-volume-000-item-14-revelacao.html

Fim

“Que a verdade e a justiça sejam restabelecidas, na face do Planeta Terra, pois essa é a vontade, sábia, amorosa e misericordiosa, do Pai Universal, o Ser Supremo, que nenhum Ser, do Universo, pode contrariar, quando chega o momento da sua imposição inexorável”

Atenciosamente,
Brasília-DF, Brasil 28.10.2011

CONSCIÊNCIA CÓSMICA NO PLANETA TERRA, POR INTERMÉDIO DA CONSCIÊNCIA CRÍSTICA

SÓ A FRATERNIDADE E UNIÃO ENTRE OS SERES HUMANOS, DO MUNDO, PODERÁ RESOLVER OS PROBLEMAS SOCIAIS, AMBIENTAIS, ECONÔMICOS, FINANCEIROS E DE RELACIONAMENTO, DO PLANETA TERRA. NÃO HÁ IDEOLOGIA SUPERIOR À FRATERNIDADE UNIVERSAL

Rogerounielo Rounielo de França
Advogado – OAB SP 117.597
Pós-Graduado em Direito Público pela Faculdade Fortium
Mestre Maçon – Loja Areópago de Brasília nº 3001
Mestre Maçon – Loja de Pesquisas Maçônicas do GODF nº 3994
Grande Oriente do Brasil-GOB
Grande Oriente do Distrito Federal-GODF
Mestre. Loja Uversa nº 5.342.482.337.666. Filiada ao Grande Oriente de Uversa, jurisdicionada pelo Sétimo Grande Oriente Super-Universo Orvônton, vinculado ao Reino Estelar do Universo dos Universos do Tempo e do Espaço (Ilha do Paraíso).
Especialista em Marketing pela Fundação Getúlio Vargas-FGV
Certificação CPA 10 pela Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais-ANBIMA
Participante do Centro Espírita André Luiz-CEAL
Funcionário do Banco do Brasil S.A. Diretoria de Micro e Pequenas Empresas
Blog: http://rounielo.blogspot.com
Fim

 

Deixe uma resposta