Apelo à arte

Não há dúvidas de que, nestes tempos pós-modernos, em que a versão se sobrepõe aos fatos, a razão é agredida por teses de pós-verdade e o espírito se constrange frente ao tagarelar ideológico dos meios de comunicação, a introspecção afigura-se como virtual último refúgio de sensatez. Nesse contexto, convido o leitor a me acompanhar em introspecção intimista que nos sugere que, na medida em que a razão claudica, talvez apenas nos reste apelar à arte.

Ver texto completo                                                                                                      Rubi Rodrigues

Deixe uma resposta