NÃO LOCALIDADE QUÂNTICA E LOCALIDADE METAFÍSICA

RESUMO

 Apesar do cuidado em considerar todo conhecimento como provisório, a ciência resulta menos modesta ao defender tanto o rigor lógico e metodológico do seu modo de proceder quanto o grau de confiabilidade dos seus resultados. Nesse contexto, do ponto de vista filosófico, surpreendem a desenvoltura e a confiança com que a Física Quântica se vale do conceito de não localidade, ao ponto de preconizar o Prêmio Nobel de Física para o seu autor. Começa-se este estudo com a intenção de examinar a consistência interna do conceito a partir de uma perspectiva metafísica, na esperança de mostrar que ele seria dispensável caso se concebesse o universo local como sendo dimensionalmente organizado, mas termina-se por realizar um percurso que se inicia no conceito de não localidade física e culmina em uma tese positiva, preconizando um conceito de localidade metafísica. Espera-se que este texto contribua, minimamente, para o amadurecimento da questão.

Ver artigo completo                                                                                   Rubi Rodrigues

Deixe uma resposta